Covid-19: medidas para o natal conhecidas sábado e passagem de ano com todas as restrições

“O Governo propôs ao Presidente da República, e o senhor Presidente da República aceitou que desta vez, quando anunciarmos a renovação do estado de emergência, possamos anunciar não só as medidas para a próxima quinzena como as medidas para a quinzena seguinte, ou seja, até 6, 7 de janeiro”, revelou hoje António Costa.

TIAGO PETINGA/LUSA

O primeiro-ministro, António Costa, disse que no sábado vai anunciar as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”.

“O Governo propôs ao Presidente da República, e o senhor Presidente da República aceitou que desta vez, quando anunciarmos a renovação do estado de emergência, possamos anunciar não só as medidas para a próxima quinzena como as medidas para a quinzena seguinte, ou seja, até 6, 7 de janeiro”, revelou hoje António Costa, em entrevista à rádio Observador.

Assim, de acordo com o primeiro-ministro, “é fundamental que as pessoas possam ter uma noção antecipada do que vai ser o Natal”, sendo esta semana decisiva para a decisão sobre essas medidas, que irá anunciar no próximo sábado.

“Vamos todos fazer o esforço para podermos ter o Natal com as melhores condições possíveis, mas logo a seguir, há uma coisa que posso antecipar desde já, é que a passagem do ano vai ter todas as restrições porque aí não pode haver qualquer tipo de tolerância”, avisou.

Recomendadas

Portugal regista novo recorde de vítimas mortais por Covid-19

As autoridades sanitárias contabilizaram mais 5.783 pessoas recuperadas nas últimas 24 horas, elevando para 434.237 o número total de pessoas livres do vírus.

Magistrados do Ministério Público apelam à suspensão de julgamentos e diligências não urgentes 

O sindicato adverte que, face à situação epidemiológica, é preciso reduzir a atividade ao mínimo, pelo menos, até a resposta do SNS estabilizar e informa que é notificado de um número cada vez maior de magistrados e funcionários judiciais infetados com o vírus.

Missas suspensas a partir de sábado, anuncia Conferência Episcopal

Também as catequeses e “outras atividades pastorais que impliquem contacto” estão também canceladas “até novas orientações”. No caso dos arquipélagos da Madeira e dos Açores serão dadas “orientações próprias” pelas dioceses locais.
Comentários