Estados Unidos ultrapassam os 25 milhões de infetados por Covid-19

De acordo com a Efe, que cita os números da Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos registaram até hoje 25.003.695 casos confirmados de covid-19 pelas 16:00 de Lisboa, o que representa 25,2% do total mundial.

Os Estados Unidos ultrapassaram hoje a barreira dos 25 milhões de pessoas infetadas com o vírus da covid-19 e chegaram aos 417.538 mortos, continuando a ser o país mais afetado pela pandemia a nível global.

De acordo com a Efe, que cita os números da Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos registaram até hoje 25.003.695 casos confirmados de covid-19 pelas 16:00 de Lisboa, o que representa 25,2% do total mundial.

No que diz respeito ao número de mortos, os Estados Unidos registam praticamente o dobro dos óbitos no Brasil, que com 216.445 mortes ocupa o segundo lugar das estatísticas.

A seguir aos Estados Unidos em número de casos estão a Índia, com mais de 10,6 milhões, e o Brasil, com mais de 8,8 milhões de pessoas infetadas com o vírus que provoca a doença covid-19.

A Universidade Johns Hopkins assinalou o dia 21 de janeiro do ano passado como a data em que se registou o primeiro caso da doença, que 367 dias depois se espalhou por 7,62% da população norte-americana.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.121.070 mortos resultantes de mais de 98,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler mais
Recomendadas

1.886 tripulantes da TAP votaram ‘sim’. Acordo de emergência fica aprovado no SNPVAC

A esmagadora maioria dos tripulantes da TAP representados pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil votou favoravelmente o “Acordo de Emergência”, virando a página num processo negocial que tem sido longo para os trabalhadores do Grupo TAP, mas que salvaguardou algumas regalias laborais.

TAP. Pilotos do SPAC aceitam “acordo de emergência”

Com uma participação massiva de 96,8% dos associados do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), foi votado o “Sim” ao “acordo de emergência” estabelecido com a administração da TAP, com uma maioria de 617 votos. O regime sucedâneo é afastado para os pilotos, que vêm o ordenado ser cortado em 50% acima do valor de garantia de 1.330 euros mensais.

OMS reclama isenção de direitos de propriedade intelectual para vacinas

“Agora é o momento de usar todas as ferramentas para aumentar a produção, incluindo licenciamento, transferência de tecnologia e isenções de propriedade intelectual. Se não é agora, quando?”, questionou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.
Comentários