Governo decreta encerramento de todas as escolas a partir de segunda-feira

O Executivo decidiu esta quinta-feira o encerramento de todas as escolas em Portugal com efeitos a partir da próxima segunda-feira e até ao fim do mês.

António Costa Assina OE2020

As escolas portuguesas vão encerrar a partir da próxima segunda-feira até ao fim do mês, de acordo com decisão do Governo, noticia esta quinta-feira a RTP.

Com esta decisão, tomada por precaução devido ao coronavírus, mais de dois milhões de alunos em todo o país vão ficar sem aulas durante algum tempo. Deste total de dois milhões, 1,2 milhões de alunos têm menos de 15 anos, o que poderá levar a que um dos pais tenha de ficar em casa para tomar conta dos seus filhos.

O Executivo estava reunido em Conselho de Ministros na manhã desta quinta-feira, mas a reunião foi interrompida para o primeiro-ministro receber os vários líderes partidários ao longo da tarde.

Mais tarde, às 20 horas, o Conselho de Ministros volta a reunir-se. Só depois é que o Governo anuncia ao país a sua decisão sobre as escolas.

“Vamos comunicar aos partidos a nossa orientação sobre esta matéria, quero ouvi-los. Esta noite iremos anunciar devidamente as medidas”, disse o primeiro-ministro esta quinta-feira.

“É preciso termos em conta que qualquer decisão não é isenta de consequências, não só relativamente à difusão epidémica, mas também relativamente à organização das famílias, ao que é o processo educativo, o processo de avaliação, que como sabemos não têm um fim previsível, há várias teorias sobre essa matéria, mas não há nenhuma informação sólida sobre essa matéria, temos de ter em conta não estamos a decidir sobre o que acontece amanhã e na próxima semana, mas a decidir sobre um período que pode ser relativamente indeterminado”, destacou o primeiro-ministro.

(em atualização)

Ler mais
Relacionadas

Covid-19: Ordem dos Médicos defende “fecho de escolas, teatros, discotecas e bares”

“Devem ser tomadas medidas próactivas como o fecho de escolas, teatros, discotecas e bares”, defendeu ao Jornal Económico o bastonário da Ordem dos Médicos. Miguel Guimarães apela ainda ao reforço de equipamento de protecção individual e testes do Covid-19 para médicos.

Fenprof: “Não temos dúvidas de que o encerramento” de escolas vai acontecer

O secretário-geral da Fenprof acredita que as escolas vão fechar e diz ser “muito difícil e complicado ter uma aula a funcionar em que não há tranquilidade para que ela funcione”.
Recomendadas

“Salvar as empresas e preservar o emprego”. Conheça as prioridades de António Costa Silva para recuperar a economia

O gestor, atualmente presidente da Partex, a quem o Primeiro Ministro pediu o plano de recuperação diz que tem de se evitar que a economia “entre em estado de coma”. António Costa Silva diz que o Estado vai ter de ser interventivo e que o novo modelo económico tem de estar assente no investimento nas infraestruturas (físicas e digitiais) e na reconversão industrial.

Infografia | Nove em cada dez casos novos de Covid-19 foram na região de Lisboa e Vale do Tejo

O mapa mostra, concelho a concelho, a evolução dos casos da doença nas últimas 24 horas em Portugal. O país registou mais 257 novas confirmações de infeção por coronavírus. Segundo a ministra da saúde, a região de Lisboa e Vale do Tejo representou, em média, 85% dos novos casos nos últimos oito dias.

Governo assegura alternativa para moradores sem condições para isolamento

A criação de um plano de realojamento de emergência para as pessoas que vivam em habitações precárias e sobrelotadas foi anunciado pelo Governo na sexta-feira, após o Conselho de Ministros, que aprovou medidas para a terceira fase de desconfinamento no âmbito da covid-19.
Comentários