Graça Freitas sobre casos de Covid-19 nas escolas: “Encerramento das salas é decisão do ministério da Educação”

“Quando acontece apenas um caso, esse pode não ser apanhado na nossa grelha, mas pode fazer com que alguns contactos vão para casa”, afirmou a diretora-geral da Saúde, apontando que a situação é logo tratada pelas autoridades regionais ou locais responsáveis.

Miguel A. Lopes / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, admite a existência de alguns casos e pequenos surtos nas escolas mas que as ocorrências têm sido tratadas diretamente, não existindo ainda um número global de alunos infetados, dado que as aulas começaram há poucos dias.

“Estamos a fazer o apanhado dessas circunstâncias”, disse Graça Freitas na habitual conferência de imprensa de balanço da Covid-19.

“Quando acontece apenas um caso, esse pode não ser apanhado na nossa grelha, mas pode fazer com que alguns contactos vão para casa”, afirmou a diretora-geral da Saúde, apontando que a situação é logo tratada pelas autoridades regionais ou locais responsáveis.

Ainda assim, Graça Freitas explica que o encerramento das salas “é uma determinação do Ministério da Educação e não da Direção-Geral”. Assim, a decisão de enviar profissionais presentes nas instituições ou os contactos próximos dos infetados para quarentena é uma decisão tomada pelo ministério.

No entanto, a diretora-geral da Saúde apontou que o início das aulas “tem sido bastante pacífico do ponto de vista do número de casos e do número de surtos”. “Há poucos casos relatados e quando existem surtos têm sido de pequena dimensão, o que tem permitido uma intervenção direcionada”, disse Graça Freitas, explicando que a decisão do ministério tem sido o encerramento da sala onde se encontra o aluno infetado, sendo que excecionalmente é encerrada uma área mais abrangente.

Recomendadas

“Negoceie a sua taxa de juro”. Como poupar dinheiro com os seus créditos

O peso das prestações de crédito nos orçamentos familiares é bastante grande. Seja o crédito habitação, créditos pessoais ou cartões de crédito, é fundamental encontrar formas de cortar com estes encargos mensais para libertar espaço no orçamento familiar. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza, na semana em que se celebra o Dia Mundial da Poupança.

Das telecomunicações aos créditos: Saiba como pode poupar dinheiro

Nos dias que corre é fundamental atacar todas as fontes de desperdício. Usar o seu dinheiro com critério e ponderação. Aproveite para cortar as suas despesas, passo fundamental para aumentar as suas poupanças e a sua segurança financeira.

PremiumEUA: Entre o fim da era Trump e a repetição da surpresa

Todas as sondagens indicam que o democrata Joe Biden terá mais votos na terça-feira, mas o atual presidente conta repetir a vantagem no colégio eleitoral. Garantida a contestação a qualquer resultado, teme-se o caos.
Comentários