InnoEnergy abre concurso para startups. Prémio é de 100 mil euros

As 15 start-ups mais inovadoras recebem um pacote de serviços feito à medida e a vencedora receberá ainda um prémio de 100 mil euros.

InnoEnergy, uma empresa dedicada ao acompanhamento de startups, abriu um concurso global para start-ups na área do armazenamento elétrico com prémio no valor de 100 mil euros.

Anunciado esta quinta-feira, 20 de setembro, os 15 vencedores do concurso receberão um lugar num dos programas de aceleração de Business Creation da InnoEnergy e um pacote personalizado de serviços que inclui formação, serviços e financiamento, acesso a uma rede de mais de 385 parceiros, incluindo business angels, a comunidade europeia de venture capitals da InnoEnergy e ainda entidades de fundos públicos. A chamada está aberta até 30 de outubro  e é a nível global.

A empresa, juntamente com a European Battery Alliance (EBA), pretende apoiar startups com tecnologias e modelos de negócio inovadores, focados no armazenamento de energia, principalmente inovações aplicáveis ao sector dos transportes, redes elétricas, armazenamento de energia distribuída e móvel, ou que resultem em melhoramentos em termos de eficiência energética e redução de emissões.

O processo de candidatura consiste em cinco fases: uma candidatura inicial, uma avaliação interna, um pitch em vídeo de cinco minutos e uma avaliação externa por um profissional. A seguir a esta fase, 30 participantes apresentarão a sua ideia a dois júris paralelos e 15 vencedores serão escolhidos. No evento final, em fevereiro, um vencedor receberá um prémio de 100 mil euros.

 

 

 

 

Ler mais
Relacionadas

Nors abre concurso internacional para startups com 10 mil euros de prémio

As inscrições para o concurso internacional de startups, promovido pelo grupo Nors Digital Disruptos, já está aberto. As candidaturas devem ser enviadas até ao dia 3 de oububro. A startup vencedora ganhará um prémio de 10 mil euros e ainda um ano de incubação.

SIC investe na startup portuguesa ZaasK

A Impresa anunciou esta segunda-feira o lançamento do SIC Ventures e a participação de 5% no capital desta plataforma de serviços.

Há menos startups de hardware a candidatar-se à ajuda da EDP: “É a ‘uberização’ da energia”

A taxa de sucesso das startups incubadas pela energética é de 60%. Em entrevista ao Jornal Económico, o administrador da EDP Luís Manuel e a responsável pela incubadora do grupo contam como funciona a relação de simbiose entre estas organizações, de onde obtiveram retorno de investimento e de que forma a ‘tecnologia limpa’ se alterou desde 2010.
Recomendadas

Startups portuguesas premiadas em evento da InnoEnergy

Pro-Drone e BeOn ficaram no primeiro e segundo lugar, respetivamente do “Pitching Contest” no evento “The Business Booster” realizado na Dinamarca, em Copenhaga.

Conselho Europeu de Inovação premeia sete entidades em Portugal

Nesta primeira ronda de financiamento, o FET Open recebeu 375 propostas e atribuiu financiamento a 236 beneficiários de 23 países europeus.

Ativos da InnoEnergy vão poupar mais de 800 milhões de euros em custos de energia

O relatório de impacto inaugural da empresa, divulgado na conferência de imprensa do “The Business Booster”, que decorre em Copenhaga, na Dinamarca, mostra ainda que estes ativos vão reduzir as emissões de carbono num total de 5,5 milhões de toneladas em 25 anos, o equivalente a remover 47 mil carros da estrada. O evento dedicado às inovações no setor da energia contou com a presença de nove startups portuguesas.
Comentários