Um dia depois de decretada requisição civil, 471 postos já não têm qualquer tipo de combustível

De acordo com o site “Já não Dá para Abastecer”, às 8h30 desta terça-feira, havia 471 postos de combustível sem gasolina e gasóleo.

greve_motoristas_gasolina_gasóleo_bomba_1
José Coelho/Lusa

Um dia depois de o Governo ter decretado a requisição civil, cerca de 15,9% do total de 2.989 bombas em todo o país já não tinha qualquer tipo de combustível. De acordo com o site “Já não Dá para Abastecer”, às 8h30 desta terça-feira, havia 471 postos de combustível sem gasolina e gasóleo.

Ao todo, há 600 bombas sem gasolina e 857 sem gasóleo. Ainda assim, 67,2% dos postos de combustível ainda pode prestar serviços aos utentes. As bombas que ainda podem fornecer todos os tipos de produtos são aquelas que se encontram localizadas mais próximas da fronteira com Espanha, apesar de o problema de falta de combustível estar presente em todo o território nacional.

O Governo avançou esta segunda-feira com requisição civil para minimizar os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas. O primeiro-ministro, António Costa, abriu a ‘porta’ à implementação desta medida, após a reunião com o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na qual garantiu que os serviços mínimos não estariam a ser cumpridos.

A requisição civil “compreende o conjunto de medidas determinadas pelo Governo necessárias para, em circunstâncias particularmente graves, se assegurar o regular funcionamento de serviços essenciais de interesse público ou de sectores vitais da economia nacional”, segundo o decreto-lei que criou este instrumento legal em novembro de 1974.

Na passada sexta-feira, o Governo decretou crise energética, que entrou em vigor a partir das 23h59 desta sexta-feira até às 23h59 de 21 de agosto em todo o território nacional. Com a declaração de crise energética, o Governo passa a dispor de  um amplo conjunto de poderes extraordinários para minorar os efeitos das perturbações no abastecimento energético.

Os limites de abastecimento anunciados são de 15 litros na rede prioritária e 25 litros nos restantes postos.

Ler mais
Recomendadas

Brexit: Barnier pede que não se subestime consequências de saída sem acordo

“Porque é que o ‘backstop’ é fundamental para todos nós? Porque é na Irlanda que o ‘Brexit’ causa mais problemas e riscos. É o único local onde o Reino Unido tem uma fronteira terrestre com a UE. O motivo da nossa insistência não é ideológico, é pragmático”, argumentou Barnier.

Risco de de Brexit sem acordo é “muito real”, avisa Juncker

A seis semanas da data de saída, 31 de outubro, Juncker disse que Boris Johnson mantém a sua posição de sair da União Europeia, com ou sem acordo.

Brexit: Juncker recorda a Johnson que cabe ao Reino Unido apresentar propostas

O presidente Juncker sublinhou a permanente disponibilidade e abertura da Comissão para examinar se essas propostas correspondem aos objetivos do ‘backstop’”.
Comentários