Um dia depois de decretada requisição civil, 471 postos já não têm qualquer tipo de combustível

De acordo com o site “Já não Dá para Abastecer”, às 8h30 desta terça-feira, havia 471 postos de combustível sem gasolina e gasóleo.

greve_motoristas_gasolina_gasóleo_bomba_1
José Coelho/Lusa

Um dia depois de o Governo ter decretado a requisição civil, cerca de 15,9% do total de 2.989 bombas em todo o país já não tinha qualquer tipo de combustível. De acordo com o site “Já não Dá para Abastecer”, às 8h30 desta terça-feira, havia 471 postos de combustível sem gasolina e gasóleo.

Ao todo, há 600 bombas sem gasolina e 857 sem gasóleo. Ainda assim, 67,2% dos postos de combustível ainda pode prestar serviços aos utentes. As bombas que ainda podem fornecer todos os tipos de produtos são aquelas que se encontram localizadas mais próximas da fronteira com Espanha, apesar de o problema de falta de combustível estar presente em todo o território nacional.

O Governo avançou esta segunda-feira com requisição civil para minimizar os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas. O primeiro-ministro, António Costa, abriu a ‘porta’ à implementação desta medida, após a reunião com o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na qual garantiu que os serviços mínimos não estariam a ser cumpridos.

A requisição civil “compreende o conjunto de medidas determinadas pelo Governo necessárias para, em circunstâncias particularmente graves, se assegurar o regular funcionamento de serviços essenciais de interesse público ou de sectores vitais da economia nacional”, segundo o decreto-lei que criou este instrumento legal em novembro de 1974.

Na passada sexta-feira, o Governo decretou crise energética, que entrou em vigor a partir das 23h59 desta sexta-feira até às 23h59 de 21 de agosto em todo o território nacional. Com a declaração de crise energética, o Governo passa a dispor de  um amplo conjunto de poderes extraordinários para minorar os efeitos das perturbações no abastecimento energético.

Os limites de abastecimento anunciados são de 15 litros na rede prioritária e 25 litros nos restantes postos.

Ler mais
Recomendadas

Azul e dourado de regresso. Passaporte britânico vai ser emitido em março

O anúncio foi feito pela secretária do Interior, Priti Patel, que colocou a imagem do novo passaporte no Twitter. O passaporte azul e dourado vai voltar a ser emitido pela primeira vez depois de três décadas, quando se instalou o passaporte de aspeto único em 1988.

Tem uma PME? Saiba como continuar a trabalhar com o Brexit

O Acordo de Saída prevê um período transitório, até 31 de dezembro de 2020, durante o qual prevalecerão as atuais regras do Mercado Único Europeu e da União Aduaneira.

António Costa diz que aprovação do Orçamento é “meio caminho andado” para a legislatura correr bem 

“Ao contrário do que alguns receavam, não tem uma única medida de retrocesso de qualquer dos avanços alcançados nos últimos quatro anos. Ao contrário do que alguns receavam, não nos faz ficar parados ou a marcar passo”, referiu.
Comentários