OMS considera situação no Brasil “alarmante” e declara América do Sul como novo epicentro do surto

O Brasil é já um dos três países com mais casos confirmados de infeção com o novo coronavírus. OMS considera país como um dos mais vulneráveis à pandemia.

REUTERS/Diego Vara

A América do Sul é “o novo epicentro” da pandemia do novo coronavírus, anunciou esta tarde, durante o briefing diário, a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a organização, o continente possui agora uma forte concentração da doença e os casos estão a confirmados estão a crescer a um ritmo “alarmante”.

Na notícia avançada pelo jornal francês “Le Monde”, que cita as declarações dos responsáveis, esta nova realidade afeta “muitos países”, mas “claramente o mais afetado nesta altura é o Brasil”, referiu o diretor do programa de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan.

“A América do Sul é o novo epicentro da doença. Nós vemos o número de casos confirmados dos países sul americanos a aumentar. A preocupação é abrangente por vários desses países, mas claramente o mais afetado nesta fase é o Brasil “, afirmou.

O Brasil é já um dos três países com mais casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, com mais de 320 mil infeções detetadas e mais de 20 mil vítimas mortais. Em valores absolutos já ultrapassou Itália, Espanha ou Reino Unido, tendo um número de casos confirmados ligeiramente inferior ao da Rússia e significativamente inferior aos EUA (que assenta nos 1.632.629).

O director executivo da OMS apontou ainda que nove países africanos registaram um aumento de 50% dos casos de infecção na semana passada. A baixa taxa de mortalidade poderá estar relacionada com a idade da população do continente: metade tem 18 anos ou menos.

 

Ler mais
Recomendadas

Covid-19 já matou mais de 700 mil pessoas e infetou mais de 18,5 milhões

A pandemia da Covid-19 já matou pelo menos 701.112 pessoas em todo o mundo desde que o vírus foi detetado na China, em dezembro, refere o último balanço feito pela Agência France-Presse (AFP) com base em dados oficiais.

Governo abre 435 vagas para médicos de família

“Do total de vagas a preencher, o maior número dos últimos anos, 216 situam-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, 86 no Norte, 64 no Centro, 34 no Alentejo e 35 no Algarve”, lê-se na nota enviada pelo Ministério da Saúde.

Marcelo promulga diploma que regula aplicação informática de rastreio da Covid-19 em Portugal

O Chefe de Estado considera que a aplicação vai trazer um caminho “frutuoso para todos os portugueses” e diz que o rastreio da Covid-19 não é inconstitucional nem levanta problema legais, tendo em conta que “foi feito um estudo” que não lhe trouxe “dúvidas nenhumas”.
Comentários