OMS considera situação no Brasil “alarmante” e declara América do Sul como novo epicentro do surto

O Brasil é já um dos três países com mais casos confirmados de infeção com o novo coronavírus. OMS considera país como um dos mais vulneráveis à pandemia.

REUTERS/Diego Vara

A América do Sul é “o novo epicentro” da pandemia do novo coronavírus, anunciou esta tarde, durante o briefing diário, a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a organização, o continente possui agora uma forte concentração da doença e os casos estão a confirmados estão a crescer a um ritmo “alarmante”.

Na notícia avançada pelo jornal francês “Le Monde”, que cita as declarações dos responsáveis, esta nova realidade afeta “muitos países”, mas “claramente o mais afetado nesta altura é o Brasil”, referiu o diretor do programa de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan.

“A América do Sul é o novo epicentro da doença. Nós vemos o número de casos confirmados dos países sul americanos a aumentar. A preocupação é abrangente por vários desses países, mas claramente o mais afetado nesta fase é o Brasil “, afirmou.

O Brasil é já um dos três países com mais casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, com mais de 320 mil infeções detetadas e mais de 20 mil vítimas mortais. Em valores absolutos já ultrapassou Itália, Espanha ou Reino Unido, tendo um número de casos confirmados ligeiramente inferior ao da Rússia e significativamente inferior aos EUA (que assenta nos 1.632.629).

O director executivo da OMS apontou ainda que nove países africanos registaram um aumento de 50% dos casos de infecção na semana passada. A baixa taxa de mortalidade poderá estar relacionada com a idade da população do continente: metade tem 18 anos ou menos.

 

Ler mais
Recomendadas

Plano de António Costa Silva visa portos, energia, digital e saúde

“Esta crise mostrou que o papel do Estado tem que ser mais valorizado, mais Estado na economia, o Estado é o último protetor contra todo o tipo de ameaças”, afirmou o gestor independente, que diz ser “favorável aos mercados”, convidado pelo primeiro-ministro para elaborar um plano de recuperação económica para o pós-pandemia Covid-19.

Luxair retoma voos para Faro com clientes luxemburgueses para hotéis do Grupo NAU

Cerca de 70 turistas do Luxemburgo ficaram alojados no o São Rafael Atlântico e o Salgados Dunas Suites, reabriram hoje, dia 31 de maio, as suas portas, e vão permanecer entre sete e 14 noites.

PremiumDominic Cummings: Um conselheiro de quem Boris Johnson recusa qualquer distanciamento

O estratego do Brexit nem sequer necessitou de ser eleito para ser o aliado de eleição do primeiro-ministro britânico. Ao ponto de ser mantido em funções após ser revelado que violou, sem sombra de arrependimento, as regras de confinamento durante a pandemia de Covid-19.
Comentários