OMS regista nível mais elevado de infeções diárias desde o início da pandemia

A Organização Mundial da Saúde espera um aumento no número de mortes por Covid-19 na Europa durante os meses de outubro e novembro, período que será “mais duro” por causa da pandemia.

Rússia | DR

A Organização Mundial de Saúde (OMS) contabilizou 307,930 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o número mais elevado de infeções diárias alguma vez registado desde o início da pandemia, acentuando as previsões do início de uma segunda vaga.

Segundo as estimativas do órgão de saúde mundial, o valor mais alto anteriormente registado tinha sido a 6 de setembro, quando as autoridades estimaram 306,857 novas infeções. Assim, o número total de diagnósticos positivos por Covid-19 em todo o mundo sobe para 28,637,952.

Quanto ao registo de vítimas mortais, a contagem cresce para 5,537, elevando o número total de óbitos para pelo menos 917,417. Já o número de recuperados acompanha em alta para um total de 21,035,926 a nível mundial.

A OMS espera um aumento no número de mortes por Covid-19 na Europa durante os meses de outubro e novembro, que serão “mais duros” por causa da pandemia, revelou o director regional da organização para a Europa.

“Vai ficar mais difícil. Em Outubro e Novembro veremos uma mortalidade maior”, disse Hans Kluge em entrevista à Agência France Prece (AFP) numa altura em que o número de casos registados disparou no velho continente e que o número de mortes, por outro lado, está quase estável.

Segundo a OMS, o aumento do número de mortes diários deve-se ao crescimento dos casos em função da retomada da epidemia na Europa. “Estamos numa altura em que os países não querem ouvir este tipo de más notícias, e eu compreendo”, disse o director regional da OMS para a Europa, que, no entanto, quis enviar “a mensagem positiva” de que a pandemia “vai parar, num momento ou noutro”.

Ler mais
Recomendadas

França regista 27 mortes e 11.123 infeções nas últimas 24 horas

França registou este domingo 27 mortos e 11.123 novos infetados pelo coronavírus, verificando-se um aumento das hospitalizações de dia para dia, anunciaram hoje as autoridades de saúde daquele país.

Itália regista 1.766 casos de infeção nas últimas 24 horas

A Itália registou hoje 1.766 novos casos da Covid-19, menos do que os 1.869 contabilizados no sábado, mas houve uma redução de quase 20 mil testes, de acordo com os dados divulgados pelo ministério da Saúde transalpino.

Covid-19: Espanha tenta travar contágios em Madrid. França rejeita confinamento e EUA ultrapassam 7 milhões de casos

Há medida que a segunda vaga atinge o mundo, os países tentam adotar medidas para travar o número de casos e mortes.
Comentários