Portugal regista 159 óbitos por Covid-19, novo recorde diário de mortes. Há mais 10.663 casos confirmados

A região de Lisboa e Vale do Tejo é a mais afetada. Casos ativos de Covid-19 ascendem hoje aos 125.861 infetados, mais 4.046 do que na quinta-feira. A DGS reporta também 4.560 internamentos (mais 192 do que ontem), dos quais 622 (mais 11 do que na sexta-feira) nos cuidados intensivos.

Mariscal/EPA via Lusa

Portugal regista um total de 528.469 casos confirmados da doença Covid-19, mais 10.663 face ao dia anterior, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta sexta-feira, 6 de janeiro. O número de vítimas mortais por infeção com o novo coronavírus aumentou para 8.543, mais 159 vítimas mortais nas últimas 24 horas.

Os casos ativos de Covid-19 ascendem hoje aos 125.861 infetados, mais 4.046 do que na quinta-feira. Quanto a internamentos, a DGS reporta 4.560 internamentos (mais 192 do que ontem), dos quais 622 (mais 11 do que na sexta-feira) em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

Portugal regista 394.065 casos recuperados desde o início da pandemia no país, mais 6.458 do que na sexta-feira. A DGS adianta também que se encontram em vigilância 142.740 pessoas, mais 3.748 do que ontem.

De acordo com os dados da organismo liderado por Graça Freitas, existem hoje 248.965 casos registados na região Norte, 69.353 no Centro, 175.898 em Lisboa e Vale do Tejo, 17.302 casos no Alentejo, 11.710 no Algarve, 2.831 casos na Região Autónoma dos Açores e 2.410 na Região Autónoma da Madeira.

Dos 8.543 óbitos, registam-se 3.639 no Norte, 1.332 no Centro, 3.046 em Lisboa e Vale do Tejo, 371 no Alentejo, 111 no Algarve, 22 nos Açores e 16 óbitos na Madeira.

Atualmente, existem 237.853 homens e 290.442 mulheres infetados pelo novo coronavírus. Quanto aos óbitos, contabilizam-se 4.435 homens e 4.108 mulheres doentes com Covid-19.

No comunicado desta quarta-feira, a DGS ressalva que está a investigar 174 casos quanto à identificação do género. “Os casos de sexo desconhecido encontram-se sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática”, explica a DGS.

Ler mais
Recomendadas

Covid-19: PCP quer apoios a 100% para pais “imediatamante e com efeitos retroativos”

Intervindo numa sessão pública, em Lisboa, Jerónimo de Sousa lamentou que “PS, PSD e CDS-PP” tenham rejeitado na Assembleia da República a proposta do PCP que previa “o pagamento do salário a 100% a quem está em assistência a filhos até aos 16 anos, enquanto as escolas se mantiverem encerradas”, devido à pandemia de Covid-19.
catarina_martins_oe_2020

Covid-19: Catarina Martins faz um apelo a Costa para que estenda já as moratórias

“Deixo aqui hoje este apelo a António Costa: não espere que seja tarde demais, não espere pelo início dos despejos e das falências. As moratórias têm de ser estendidas já”, num comício maioritariamente virtual que assinalou o encerramento da conferência autárquica online e os 22 anos do BE, que comemora no domingo a sua fundação.

Covid-19: Uma centena de manifestantes anticonfinamento em Lisboa

À Lusa, o comissário Santos, da PSP, referiu que a concentração, promovida pelo Movimento Habeas Corpus, associado aos Juristas pela Verdade, chegou a reunir “cerca de cem pessoas”, por volta das 13h00, e que há meia hora estariam ainda 35 manifestantes no local.
Comentários