Profissionais de saúde no Reino Unido poderão ser vacinados contra a Covid-19 até ao Natal

O Ministério da Saúde está a preparar um programa nacional de vacinas destinado aos profissionais do sistema nacional de saúde que deverá decorrer antes do Natal.

O Governo de Boris Johnson e as equipas de especialistas sanitárias estão a desenhar um plano para que os profissionais de saúde do serviço nacional de saúde britânico (NHS, sigla em inglês), sejam vacinados contra a Covid-19 nas próximas semanas.

De acordo com a notícia avançada pelo “The Mail”, foi enviado um email por um membro sénior do NHS à sua equipa este domingo a confirmar as intenções do Executivo em Downing Street. Segundo a missiva digital, o Ministério da Saúde está a preparar um programa nacional de vacinas que deverá decorrer antes do Natal.

Glen Burley, executivo-chefe do Hospital George Eliot Hospital, em Warwickshire, escreveu: “A nossa equipa, juntamente com as organizações do NHS em todo o país, foi informado para estar preparado para iniciar um programa de vacinas para funcionários Covid-19 em início de dezembro”, cita o jornal britânico o email.

“As autoridades informam que uma vacina contra o coronavírus deve estar disponível este ano com a equipa do NHS a ser priorizada antes do Natal”, explica o email, que informa também que o programa de vacinação decorrerá em duas fases e que os profissionais de saúde deverão ter a vacina contra a gripe atualizada para que estejam elegíveis para receber a vacina anti-Covid-19.

A notícia informa ainda que o governo de Boris Johnson introduziu novas leis que permitiriam ao Reino Unido contornar o processo de aprovação da União Europeia se uma vacinação segura e eficaz estivesse pronta antes do final do período de transição pós-Brexit em 31 de dezembro.

A chegada desta vacina poderá traduzir num sinal de alivio entre os britânicos que se adaptam às novas medidas de restrição anunciadas pelo Governo este mês, como tentativa de controlar a disseminação do vírus na região.

 

Ler mais
Recomendadas

Criar uma startup em 2021? Atenção às “potenciais armadilhas”, alerta investidor norte-americano

“É fantástico que as duas vacinas experimentais Moderna e Pfizer mostrem resultados de eficácia superiores a 95%. Acho é que devemos ser um bocadinho conservadores sobre quanto é que isso vai afetar os negócios, as economias”, argumentou Geoff Ralston.

Fundador da Impossible Foods: “É um game over para a indústria da carne. Eles é que ainda não perceberam”

O cardápio de produtos à base de plantas com sabor a carne irá aumentar, garantiu Patrick O’Reilly Brown, professor, fundador e CEO da startup norte-americana Impossible Foods.

OE2021: PSD questiona Governo sobre valor da despesa adicional das medidas do PCP

Os social-democratas consideram que o Governo não pode continuar a “promover a opacidade” sobre as negociações com o PCP e quer saber qual o “custo político e orçamental” da aprovação do Orçamento do Estado para 2021.
Comentários