Novas medidas de confinamento. Conheça as novas restrições definidas pelo Governo

Entre as medidas anunciadas estão a reposição da proibição de circulação ao fim-de-semana, a redefinição dos horários de encerramento de todos os estabelecimentos, assim como o encerramento de campos de ténis e pádel.

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro António Costa divulgou esta segunda-feira o reforço de medidas de restrição de movimento, que vêm reforçar as imposições já divulgadas no final da semana passada.

Entre as medidas anunciadas estão a reposição da proibição de circulação ao fim-de-semana, a redefinição dos horários de encerramento de todos os estabelecimentos, assim como o encerramento de campos de ténis e pádel.

Conheça todas as medidas anunciadas esta segunda-feira pelo Governo:

  • É proibida a venda ou a entrega ao postigo em qualquer estabelecimento do ramo não alimentar, como lojas de vestuário;
  • É proibida a venda ou a entrega ao postigo de qualquer tipo de estabelecimentos do ramo alimentar;
  • São encerrados todos os espaços de restauração dos centros comerciais mesmo em regime de take away;
  • Proibidas todas as campanhas de saldos e liquidações que promovam a deslocação de pessoas;
  • Proibida a permanência em espaços públicos como jardins, podem ser frequentados mas sem permanência;
  • Solicitamos aos autarcas que limitem o acesso de pessoas a frentes marítimas ou ribeirinhas e que sinalizem a utilização de bancos de jardins, parques infantis ou equipamentos desportivos, mesmo de desportos individuais como o ténis ou pádel;
  • Encerradas as universidades sénior, centros de dia e centros de convívio;
  • Para reforçar a obrigatoriedade do teletrabalho, é determinado que todos os trabalhadores que tenham de trabalhar presencialmente, têm de ter credencial da entidade patronal;
  • Empresas de serviços com mais de 250 trabalhadores têm de enviar nas próximas 48 horas à Autoridade das Condições de Trabalho a lista de todos os trabalhadores cujo trabalho essencial consideram indispensável;
  • Reposta a proibição de circulação ao fim de semana
  • Todos os estabelecimentos de qualquer natureza devem encerrar às 20 horas nos dias úteis e às 13 horas ao fim-de-semana, com exceção do retalho alimentar que aos fim-de-semana se poderá prolongar até às 17h00.
Relacionadas

Primeira toma das vacinas nos lares vai ficar concluída até ao final da próxima semana, garante António Costa

Excluídos desta primeira fase da vacinação nos lares, estão as residências onde existem surtos de Covid-19. Lares ilegais estão incluídos na aceleração do processo de vacinação aos residentes destes estabelecimentos.

Circulação entre concelhos proibida ao fim de semana. Lojas fecham às 20h durante a semana e às 13h ao sábado e domingo

António Costa anunciou hoje as medidas aprovadas pelo Governo para endurecer o atual Estado de Emergência.
Recomendadas

Covid-19: PCP quer apoios a 100% para pais “imediatamante e com efeitos retroativos”

Intervindo numa sessão pública, em Lisboa, Jerónimo de Sousa lamentou que “PS, PSD e CDS-PP” tenham rejeitado na Assembleia da República a proposta do PCP que previa “o pagamento do salário a 100% a quem está em assistência a filhos até aos 16 anos, enquanto as escolas se mantiverem encerradas”, devido à pandemia de Covid-19.
catarina_martins_oe_2020

Covid-19: Catarina Martins faz um apelo a Costa para que estenda já as moratórias

“Deixo aqui hoje este apelo a António Costa: não espere que seja tarde demais, não espere pelo início dos despejos e das falências. As moratórias têm de ser estendidas já”, num comício maioritariamente virtual que assinalou o encerramento da conferência autárquica online e os 22 anos do BE, que comemora no domingo a sua fundação.

Covid-19: Uma centena de manifestantes anticonfinamento em Lisboa

À Lusa, o comissário Santos, da PSP, referiu que a concentração, promovida pelo Movimento Habeas Corpus, associado aos Juristas pela Verdade, chegou a reunir “cerca de cem pessoas”, por volta das 13h00, e que há meia hora estariam ainda 35 manifestantes no local.
Comentários