Secretário regional de Saúde antecipa imunização até “final de julho” nos Açores

Clélio Meneses, que falava como convidado de honra, na noite de sábado, na sessão solene do 19.º aniversário da elevação das Lajes a vila, no concelho da Praia da Vitória, na ilha Terceira, reiterou que “o tempo presente é de esperança”.

O secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, está convicto que até “final de julho” todas as ilhas dos Açores atingirão a imunização, tendo sido batido o seu recorde diário de vacinação com 3.214 doses administradas.

Clélio Meneses, que falava como convidado de honra, na noite de sábado, na sessão solene do 19.º aniversário da elevação das Lajes a vila, no concelho da Praia da Vitória, na ilha Terceira, reiterou que “o tempo presente é de esperança”.

“Já anunciamos que com a imunização de 70 por cento de cada uma das ilhas, com a segunda dose, podemos voltar a uma normalidade na vida, sempre com alguns cuidados, como é óbvio, mas tudo fica diferente, contando-se que até ao final do mês de julho, todas as ilhas dos Açores consigam chegar a esse nível”, referiu o secretário regional.

O titular da pasta da Saúde, citado em nota de imprensa, disse que é tempo de gratidão “pela forma responsável como a maioria das pessoas encarou a adversidade e o sofrimento causados pela pandemia”, tendo ressalvado que “com mais um esforço, um pequeno esforço, que é imenso junto de tudo o que é a normalidade da vida, será possível ultrapassar o problema”.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 04 de junho, foram administradas nos Açores 146.999 doses de vacina contra a covid-19, correspondentes a 92.036 pessoas com 16 ou mais anos com a primeira dose, e 54.963 pessoas com ambas as doses, no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

Os Açores registam 315 casos ativos, sendo 313 em São Miguel, um na Terceira e um no Faial.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.797.342 mortos no mundo, resultantes de mais de 175,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.045 pessoas dos 856.740 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendadas

Portugal soma 15 milhões de testes realizados à Covid-19 desde o inicio da pandemia

O mês de julho correspondeu ao período em que foram realizados mais testes. De acordo com a nota do Ministério da Saúde divulgada esta quarta-feira, foram realizados, em média, cerca de 64 mil testes por dia até ao dia 26 de julho de 2021, o que corresponde ao valor mais elevado desde março de 2020.

Promotores de espetáculos apelam ao Governo: “verão já está perdido”

O apelo, com quatro medidas de caráter urgente, foi feito numa carta enviada a António Costa e divulgada aos jornalistas, nas vésperas de uma nova reunião do Conselho de Ministros e um dia depois de o Governo ter reunido com peritos, no Infarmed, em Lisboa, para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em Portugal.

Falhas no ‘stock’ de vacinas não comprometem segunda dose, garante Lacerda Sales

“Pontualmente, aqui ou acolá, poderá haver [quebras]. Do ponto de vista geral estamos a fazer um mecanismo de aquisição de mais vacinas para que isso não aconteça, nomeadamente da Pfizer e da Janssen. Estamos a fazer um esforço para que se existirem essas falhas aqui ou acolá, pontualmente sejam colmatadas com esta aquisição de vacinas”, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.
Comentários