“Tenho uma mensagem: vocês não são invencíveis”. OMS faz apelo aos jovens

Apesar do surto estar a propagar-se com maior gravidade na Europa, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde iniciou a conferência de imprensa com uma boa nova: “Hoje trazemos boas notícias: pela primeira vez, ontem [quinta-feira, 19] não houve casos reportados na província de Wuhan”.

Durante o briefing desta sexta-feira, a Organização Mundial de Saúde alertou os jovens que respeitassem as medidas de segurança impostas pelos respetivos governos e que tomassem devidas precauções sanitárias para evitar a propagação do virus, sublinhando que idade não é um favor determinante no que toca ao contágio do vírus.

Durante uma conferência de imprensa, Tedros Adhanom Ghebreyesus anunciou:

“Tenho uma mensagem para os jovens. Vocês não são invencíveis. O coronavírus pode deixar-vos no hospital durante semanas, ou até mesmo matar-vos. Mesmo que não adoeçam, as escolhas que fazem podem fazer a diferença entre a vida ou a morte para outra pessoa qualquer”.

Apesar de deixar este alerta, não deixou de parabenizar aqueles que ‘propagam’ as medidas de prevenção ao invés do vírus.”Todos os dias aprendemos mais e mais sobre [A Covid-19] e os impactos que causa. Uma das coisas que aprendemos é que, apesar dos mais velhos serem mais vulneráveis, os mais novos não são poupados”, relembrando que a faixa etária mais afetada, nos últimos dados mundiais, são as pessoas com menos de 50 anos.

O diretor-geral da OMS deixou alguns conselhos para os dias de isolamento social, nomeadamente “o cuidado com a saúde física e mental”, evitar álcool, não fumar e fazer exercício físico (pelo menos meia hora para adultos, pelo menos uma hora para crianças).

Para quem está em regime de teletrabalho, o diretor-geral da OMS recomenda “três minutos de descanso a cada 30 minutos [de trabalho]”. É preciso, apontou Tedros Adhanom, cuidar da “saúde mental” porque é normal uma pessoa em isolamento sentir-se “angustiada, confusa e preocupada. Falei com familiares e amigos. Evitem ouvir ou ver muitas notícias se estas vos causam angústia, mas sigam sempre fontes credíveis”.

Ler mais
Recomendadas

Infografia | Lisboa e Vale do Tejo a ‘vermelho’. Concelhos de Lisboa e Sintra somam 77 infetados nas últimas 24 horas

Números revelados pelo último boletim epidemiológico Direção-Geral de Saúde mostram que a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a liderar largamente os dados das novas infeções, sendo responsável por 90% dos infetados diários a nível nacional. Por concelhos, Lisboa e Sintra é onde se regista um maior crescimento do número de infetados por Covid-19.

Ministra admite que a precariedade na Cultura está “mais visível” mas sem solução “em dois meses”

Segundo a ministra, o Governo está “a trabalhar” e assumiu “o compromisso de, ao longo deste ano, resolver as questões laborais, de carreiras contributivas” ou “de descontos” destes profissionais, entre outras matérias.

Lisboa e Vale do Tejo com 90% dos novos casos

Os 382 novos casos reportados estão distribuídos regionalmente da seguinte forma: Lisboa e Vale do Tejo 345, Norte 21, Centro 10, Alentejo três, Algarve dois e Açores um. A Região Autónoma da Madeira não registou novas infeções nas últimas 24 horas.
Comentários