Um quarto dos adultos europeus já tem a primeira dose da vacina

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas na UE: Comirnaty (nome comercial da vacina Pfizer/BioNTech), Moderna, Vaxzevria (novo nome do fármaco da AstraZeneca) e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

Reuters

Um quarto dos adultos da União Europeia (UE) já recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19, anunciou esta terça-feira a Comissão Europeia, celebrando o marco das 150 milhões de vacinas administradas no espaço comunitário.

“A vacinação está a ganhar velocidade em toda a UE: acabámos de passar os 150 milhões de vacinas” administradas, anuncia a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, numa mensagem no Twitter.

“Teremos doses suficientes para vacinar 70% dos adultos da UE até julho”, garante ainda a líder do executivo comunitário, dada a ambição de chegar à imunidade grupo. Ainda assim, a meta oficial da Comissão Europeia é que, até final do Verão, 70% dos adultos europeus estejam imunizados com a vacina.

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas na UE: Comirnaty (nome comercial da vacina Pfizer/BioNTech), Moderna, Vaxzevria (novo nome do fármaco da AstraZeneca) e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

A ferramenta online do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças para rastrear a vacinação na UE e que tem por base as notificações dos Estados-membros revela que uma média de 10,5% da população da UE está totalmente inoculada (com as duas doses da vacina contra a covid-19), enquanto 28,1% recebeu a primeira dose.

 

Ler mais
Recomendadas

Governo português envia equipas médicas a Cabo Verde para reforçar capacidade de resposta à situação pandémica

Estas equipas são constituídas por um grupo  profissionais de saúde do INEM, das Forças Armadas e do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, integrando dois médicos com experiência em Cuidados Intensivos e quatro enfermeiros com experiência em Urgência/Emergência e Cuidados Intensivos.

Peritos alemães consideram que será necessária terceira dose da vacina contra a Covid-19

Numa entrevista publicada hoje pela imprensa do grupo Funke, o presidente da Comissão Permanente de Vacinação (Stiko) alemã, Thomas Mertens, avisou que as atuais vacinas contra a covid-19 “não serão as últimas”.

Índia com mais de quatro mil mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

Desde o início da pandemia o país já registou 270.284 mortes e mais de 25 milhões de casos. A Índia é o segundo país do mundo que registou mais infeções, apenas atrás dos Estados Unidos.
Comentários