Vírus já matou mais de 506 mil pessoas e infetou 10,3 milhões no mundo

A pandemia de covid-19 já matou 506.818 pessoas e infetou 10,3 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19:00 TMG de hoje, baseado em dados oficiais.

De acordo com a agência noticiosa francesa, às 19:00 TMG (20:00 de Lisboa) de hoje, 10.372.230 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em finais de dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 5.207.900 agora são considerados curados.

Contudo, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que alguns países estão a testar apenas casos graves com internamento, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos estados pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de número de mortes e casos, com 126.512 mortes em 2.612.259 casos.

Pelo menos 705.203 pessoas foram declaradas curadas pelas autoridades norte-americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 58.314 óbitos e 1.368.195 casos, o Reino Unido, com 43.730 mortes (312.654 casos), a Itália, com 34.767 mortes (240.578 casos) e a França, com 29.843 mortos (201.208 casos).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.531 casos (19 novos entre segunda-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes (0 nova) e 78.469 curas.

A Europa totalizava às 19:00 TMG de hoje 196.987 mortes e 2.676.496 casos, os Estados Unidos e o Canadá 135.147 mortes (2.716.403 casos), a América Latina e Caraíbas 114.108 mortes (2.536.617 casos), a Ásia 34.418 mortes (1.280.698 casos), o Médio Oriente 16.137 mortes (756.649 casos), África 9.888 mortes (396.045 casos) e a Oceânia 133 mortes (9.328 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em Portugal, morreram 1.576 pessoas das 42.141 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Ler mais
Recomendadas

EDP: Despacho de juiz alude a troca de favores entre Mexia e Manuel Pinho

Segundo o MP, foi também acordado, que da parte do ministro haveria a concessão de benefícios indevidos à EDP, através do exercício das suas funções públicas, tendo como contrapartida o apoio da EDP à sua carreira profissional e académica quando saísse do Governo.

OMS admite transmissão do vírus pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Um grupo de mais de 200 cientistas já tinha alertado para essa possibilidade, uma carta aberta dirigida à Organização Mundial de Saúde.

EDP interveio em avaliações do Credit Suisse e Caixa BI às barragens, diz Tribunal

O Tribunal apontou para provas que indiciam que o Crédit Suisse entregou a Rui Cartaxo um “‘memorandum’ relativo à avaliação da extensão do domínio hídrico, o qual foi apreendido nas buscas à sede da EDP” e que isso alegadamente demonstra que foi a elétrica que “orientou o Crédit Suisse na avaliação do domínio hídrico”.
Comentários