Bruxelas e farmacêutica Moderna fazem acordo para compra de 160 milhões de vacinas contra a Covid-19

O contrato prevê uma aquisição inicial de até 160 milhões da mRNA-1273. Este é o quinto acordo entre a Comissão Europeia e farmacêuticas, assegurando aos 27 um stock de 1.285 milhões de doses de possíveis vacinas.

Reuters

A Moderna anunciou, esta segunda-feira, que está em conversações com a Comissão Europeia para a venda de 80 milhões de doses da mRNA-1273, a vacina anti-Covid-19 que está a ser desenvolvida pela farmacêutica britânica.

De acordo com a nota enviada às redações, o contrato com a Moderna prevê a possibilidade de todos os Estados-Membros da União Europeia adquirirem a vacina, bem como de a doar a países de baixos e médios rendimentos. Este acordo prevê ainda uma compra inicial de 80 milhões de doses em nome dos 27 e deixa em aberto a possibilidade de adquirir mais 80 milhões futuramente assim que a vacina for comprovada como segura e eficaz contra o novo coronavírus, totalizando assim um stock de 160 milhões de vacinas.

“A Moderna está a expandir o fabrico global para ser capaz de entregar aproximadamente 500 milhões de doses por ano e possivelmente até mil milhões de doses por ano, começando em 2021”, lê-se na nota.

Este é o quinto acordo entre a Comissão Europeia e as farmacêuticas que estão a desenvolver um fármaco contra a Covid-19. Na semana passada, os executivos em Bruxelas anunciaram estar assegurada a compra de 300 milhões de doses da possível vacina desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford, permitindo a aquisição de mais 100 milhões de doses se esta for comprovada eficaz.

Previamente já tinha sido anunciado a aquisição de 300 milhões de doses à farmacêutica Sanofi e esta segunda-feira, a Comissão Europeia confirmou, em comunicado, estarem concluídas as negociações entre a Johnson e Johnson e a CureVac para a compra de 200 milhões e 225 milhões de doses, respetivamente, de vacinas ainda em desenvolvimento. Feitas as contas, os 27 têm em stock cerca de 1.285 milhões de doses de possíveis vacinas contra a Covid-19.

Portugal assegurou, na semana passada, a aquisição de 6,9 milhões de doses contra a Covid-19 por 20 milhões de euros. De acordo com o Governo, esta será gratuita, chega em dezembro e vai priorizar os grupos de risco.

https://twitter.com/EU_Commission/status/1297903693883412480

Recomendadas

Pfizer e Moderna vão continuar a dominar mercado das vacinas anti-Covid em 2022

Segundo os cálculos da Airfinity, as duas fabricantes de vacinas mRNA irão dominar três quartos do mercado vacinal em 2022, alargando a margem entre as rivais AstraZeneca, Johnson & Johnson, a vacina russa Sputnik V.

OMS cria programa para distribuir medicamentos contra a Covid por menos de 10 euros

Para arrancar com a iniciativa intitulada de ACT-A, a OMS pede um financiamento adicional de 22,8 mil milhões aos líderes mundiais do G20.

Covid-19: Lar em Proença-a-Nova regista 53 infetados e uma morte

Um surto de covid-19 no Proença Lar, na localidade de Montinho, distrito de Castelo Branco, regista uma morte e 53 infetados, entre utentes e funcionários.
Comentários