Mapa dos locais onde os “coletes amarelos” ameaçam parar Portugal

As manifestações desta sexta-feira vão decorrer em vários pontos do país e serão monitorizadas pela PSP e GNR que já adoptaram um dispositivo de segurança adequado a cada uma das ações que venham a decorrer de Norte a Sul do país, sob o lema “Vamos parar Portugal como forma de protesto”.

Relacionadas

Coletes Amarelos: GNR anuncia “particular atenção” nos acessos a Lisboa e Porto

GNR anuncia pontos onde vai ter “particular atenção” em Lisboa e no Porto, sem nunca mencionar o protesto dos Coletes Amarelos.

25 protestos em 17 cidades: onde vão estar os Coletes Amarelos esta sexta-feira?

Estes são os locais onde poderão ocorrer constrangimentos na circulação automóvel, e que são da área da responsabilidade da polícia.

Da exaltação à expectativa: O que dizem os políticos sobre a manifestação dos Coletes Amarelos?

A manifestação está agendada para esta sexta-feira. Os protestos prometem “parar Portugal”, bloqueando vários pontos do país ou cortando os principais acessos a Lisboa, como a Ponte 25 de Abril.

Coletes Amarelos exigem salário mínimo de 700 euros, menos impostos e corte nas reformas douradas

A manifestação nacional, inspirada no movimento em França, está agendada para esta sexta-feira, 21 de dezembro, e promete parar o país. Movimento dos Coletes Amarelos Portugal reúne lista de reivindicações em manifesto que pretende dar voz a insatisfeitos com problemas do país. E assegura que acções só param quando exigências forem atendidas.
Recomendadas

Primeira quebra no crescimento dos portos do continente desde a crise financeira de 2008

Contrariando uma década de crescimento sucessivo, registado desde a crise de 2009, os portos do continente travaram o “disparo” sentido em 2016 e 2017, apresentando em 2018 uma quebra de 3,5% nas toneladas de carga movimentada. Só cresceram os portos de Aveiro (mais 9,2%) e de Faro (mais 73,7%). Os dois maiores portos, Sines e Leixões, sofreram reduções na carga total movimentada em 2018, que totalizaram menos 2,36 milhões de toneladas e tiveram forte impacto no conjunto da atividade dos portos do continente.

Mobilidade: portugueses cada vez mais adeptos dos carros elétricos

Aposta nos veículos elétricos permite poupança na carteira dos portugueses. Só nos primeiros dois meses deste ano venderam-se mais de mil veículos elétricos, cerca de 25% das vendas totais registadas o ano passado.

MotoGP: Miguel Oliveira estreia-se na categoria ‘rainha’

O piloto de Almada é o primeiro português a competir no MotoGP, mas Jorge Pessanha Viegas, presidente da Federação Internacional de Motociclismo considera que mais portugueses “vão aparecer em breve”. O Mundial de Motociclismo arranca este domingo, pelas 17h30.
Comentários