Escolhido novo presidente da Danone, depois da saída de Franck Riboud

Três anos depois de ter separado as funções de CEO e presidente, a maior produtora de iogurtes do mundo volta a concentrar as funções no francês Emmanuel Faber.

O CEO da Danone, Emmanuel Faber, vai assumir também a presidência da empresa, depois do filho do fundador e atual presidente, Franck Riboud, de 61 anos, ter renunciado ao cargo. O pedido de demissão foi aprovado esta quarta-feira pelo conselho de administração da Danone e Riboud irá tornar-se presidente cargo, no início de dezembro, segundo o El País.

Faber é CEO da Danone há três anos, desde que a empresa separou as funções de CEO e presidente. A decisão de concentrar novamente ambos os cargos no francês, de 53 anos, estará relacionada com um ajuste na administração da empresa, que deverá reduzir-se de nove para seis executivos.

Segundo o CEO, as mudanças vão “permitir tomar decisões mais rápidas”, tendo acrescentado, num comunicado citado pelo El País, que os ajustes vão dar mais poder de decisão aos vice-presidentes regionais, com efeito a nível nacional. Em Portugal, a mudança não deverá ter implicações.

Desde que entrou em funções, em outubro de 2014, Faber tem enfrentado o desafio de acelerar o crescimento da empresa e aumentar as margens, numa altura em que a maior produtora de iogurtes do mundo tenta adaptar-se a mudanças nos hábitos de consumo e ao aumento do preço de matérias-primas como o leite.

Riboud acrescentou que a mudança na presidência da empresa reflete “o culminar de uma transição de liderança que permitirá a Danone entrar em uma nova fase de desenvolvimento”. Em fevereiro, a Danone antecipou uma diminuição no crescimento dos lucros este ano e uma redução nos custos em cerca de mil milhões de euros até 2020.

Recomendadas

Navigator nomeia dois novos administradores executivos

João Paulo Cabete Lé e Adriano Agusto Silveira são os novos administradores executivos no mandato do quadriénio em curso, com efeitos a 1 de Janeiro de 2020.

Jorge Calvete é o administrador judicial da Orey Antunes que pediu um PER

O prazo para a reclamação de créditos, começa a correr a partir da data da publicação do anúncio no Portal Citius, ou seja, 10 de dezembro de 2019. Os prazos são contínuos, não se suspendendo durante as férias judiciais.

Bankinter e COSEC assinam protocolo de distribuição de seguro de créditos

O objetivo é permitir às empresas a gestão do risco de crédito em condições mais seguras, cobrindo os prejuízos decorrentes do não pagamento das vendas a crédito de bens e serviços em Portugal e no estrangeiro.
Comentários