PremiumPLMJ reforça proteção e Ordem dos Advogados repudia ataque “inaceitável”

Servidores informáticos da PLMJ foram alvo de pirataria e documentos confidenciais expostos na Internet. PJ está a investigar.

A sociedade de advogados PLMJ foi alvo de um ataque informático que resultou na divulgação de “e-mails” e documentos confidenciais no blogue “Mercado de Benfica”, através do qual também têm sido difundidos “e-mails” intercetados a partir dos servidores da Sport Lisboa e Benfica SAD. No caso da PLMJ foram cerca de quatro gigabytes de dados com informação sobre processos de vários clientes da firma, nomeadamente António Mexia, Henrique Granadeiro, Manuel Pinho e Ricardo Salgado, entre outros.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

CCA Ontier tem nova coordenadora de Contencioso

A CCA Ontier anuncia a nomeação da advogada Catarina Limpo Serra como associada coordenadora do departamento de Contencioso.

Bloco de Esquerda avança com projeto de regulação das relações laborais na advocacia

Projeto de lei entregue hoje na Assembleia da República visa garantir que “as relações laborais no âmbito da advocacia são desenvolvidas dentro da legalidade, através de um contrato de trabalho reduzido a escrito, aplicando-se o Código do Trabalho ao início, ao conteúdo e à cessação dessas relações laborais”.

Quem pode auditar os créditos do Novo Banco? PwC auditou em 2017, EY em 2018 e KPMG tem legado do BES

Qual é a auditora que tem independência para avaliar os créditos do Novo Banco? Depois da KPMG, da PwC e da EY, só resta a Deloitte das “Big Four” para fazer a grande auditoria aos créditos do banco desde os tempos do BES que os políticos pediram.
Comentários