Standard & Poor’s piora previsão de evolução de Angola e mantém rating em ‘lixo’

A agência de notação financeira reviu em baixa a Perspetiva de Evolução da economia de Angola, de Estável para Negativa, devido ao “significativo aumento” da dívida pública, e manteve o ‘rating’ em ‘lixo’.

José Sena Goulão / EPA

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) reviu em baixa a Perspetiva de Evolução da economia de Angola, de Estável para Negativa, devido ao “significativo aumento” da dívida pública, e manteve o ‘rating’ em ‘lixo’.

“A dívida pública de Angola em percentagem do PIB aumentou significativamente em 2018, em parte devido ao impacto da forte depreciação do kwanza no volume de dívida pública em moeda estrangeira”, lê-se na nota que acompanha a divulgação da decisão.

“Estamos a rever a Previsão de Evolução da economia de Estável para Negativa e mantemos o ‘rating’ da dívida soberana de longo e curto prazo em B- e B; a Previsão de Evolução negativa reflete a possibilidade de uma descida [do ‘rating’] se o alto peso da dívida pública tornar as necessidades de financiamento insustentáveis, ou se as pressões orçamentais ou externas levarem a défices gémeos mais prolongados que o previsto”, dizem os analistas da S&P.

No texto, a S&P diz que entre 2015 e 2018 “a dívida pública em proporção do PIB aumentou cerca de 40 pontos percentuais, de 45% para 87%” e acrescenta que Angola deve ter sofrido uma recessão de 1% em 2018, que deverá ser ultrapassada este ano, com um crescimento de 2%.

Relacionadas

Governo angolano acredita na recuperação do poder de compra

O ministro da Administração Pública Trabalho e Segurança Social de Angola considerou, no Cuanza Norte, que a revisão e o reajustamento da tabela indiciária de salários da função pública permitiram recuperar o poder de compra dos funcionários.

Kwanza recupera face ao euro após mínimos históricos

A moeda angolana recuperou durante a semana face à europeia, depois de, há uma semana, ter atingido mínimos históricos (359,982 kwanzas/euro), transacionando-se esta sexta-feira a 356,957 kwanzas/euro, mantendo-se estável frente ao dólar, indica o Banco Nacional de Angola.
Recomendadas

Euronext: “Este modelo de supervisão prejudica o mercado de capitais”

A presidente da Bolsa, Isabel Ucha, diz que proposta do Governo para a reforma da supervisão financeira duplica as entidades e torna Portugal no único país com tal complexidade e custos.

Tecnologia tornou trading mais acessível aos investidores

A transformação digital, no que diz respeito ao acesso à tecnologia por parte do utilizador e à inovação das próprias plataformas, tem permitido uma maior caracterização do ativo que se está a comprar.

Arábia Saudita considera que petróleo deve ser “bem equilibrado” este ano

O assessor do ministro da Energia da Arábia Saudita, Ibrahim al-Muhanna, afirmou esta sexta-feira que é possível que os cortes na produção de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) venham a estender-se até ao final do ano.
Comentários