Governo da Madeira terá menos 80 milhões para operações de dívida pública

Para as operações de dívida publica o executivo madeirense terá disponível 371 milhões de euros.

O Governo da Madeira terá 371 milhões de euros alocados para operações de dívida pública, menos 80 milhões de euros, em comparação com o ano anterior, de acordo com a proposta de Orçamento Regional para 2020.

O executivo madeirense prevê ainda que exista uma subida de 19 milhões de euros na despesa alocada aos passivos financeiros para um total de 255 milhões de euros.

Na proposta de Orçamento Regional as funções de soberania terão 138 milhões de euros, um reforço de cinco milhões de euros face ao ano anterior.

No Orçamento Regional estão alocados, em termos de despesas correntes, 388 milhões de euros para despesas com pessoal, 178 milhões de euros para aquisição de bens e serviços, e 116 milhões de euros para juros e outros encargos.

Face ao ano anterior verifica-se um reforço de 20 milhões de euros nas despesas com pessoal, uma perda de 52 milhões de euros na aquisição de bens e serviços, e uma descida de 99 milhões de euros nos juros e outros encargos.

Recomendadas

Novo líder do PS/Madeira diz que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado

Paulo Cafôfo, afirmou que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado e garantiu que o seu projeto político assenta na transparência democrática.

Mais de 100 mil testes à Covid-19 processados no laboratório do SESARAM

Desde o dia 29 de fevereiro de 2020, o Laboratório do Serviço de Patologia Clínica do SESARAM realiza o processamento de testes PCR à Covid-19 na Região Autónoma da Madeira.

Congresso dos Socialistas Madeirenses hoje e amanhã consagra Paulo Cafôfo novo líder do partido

No domingo vai haver a votação para os órgãos regionais do PS-Madeira e uma sessão de encerramento marcada para as 12h30.
Comentários