Madeira: “É inadmissível discriminação social”, diz secretário da Saúde sobre casos positivos de coronavírus

A Madeira tem 24 casos positivos de coronavírus.

O secretário regional da saúde, Pedro Ramos, afirmou que é inadmissível existir qualquer tipo de discriminação social relativamente aos doentes que são infectados por coronavírus Covid-19. “Podem estar em casa desde que respeitam as regras. 80% destes doentes podem estar no domicílio e precisam de não ser descriminados”, reforçou o governante.

“Tomamos medidas muito mais restritivas. Todos os doentes estão bem e bem acompanhados pelos nosso profissionais de saúde”, explicou Pedro Ramos sobre as medidas que têm sido aplicadas na região. “A quarentena e o isolamento social são importantes, e são obrigatórios na Madeira, para evitar a doença de pessoa para pessoa”, disse o governante.

O secretário regional da saúde disse ainda que os planos B e C para possíveis aumentos de infecção por coronavírus estão a ser “planeados, pensando, e ponderado, de modo a que os recursos humanos e materiais disponíveis possam ser usados no “momento adequado e no momento próprio”.

A Madeira tem registado 24 casos positivos de coronavírus.

Recomendadas

Atividades turísticas na Madeira só retomam a normalidade em setembro

Para as embarcações com lotação até 60 passageiros é admitida a ocupação até 70% da sua capacidade, até ao final do próximo mês de junho, 90% durante o mês de julho, e sem qualquer restrição de lotação, a partir do mês de agosto do corrente ano.

Madeira: JPP quer faseamento do IMI em cinco prestações

“Acreditamos que esta é uma forma de apoio direto a estas famílias e representa um alívio no pagamento do imposto que mais pesa sobre a carteira dos contribuintes”, refere Rafael Nunes.

Habitação valoriza 0,8% na Madeira

Em abril a avaliação bancária da habitação atingiu os 1.147 euros por metro quadrado, o que torna a Madeira a terceira região do país com o valor mais elevado, atrás da Área Metropolitana de Lisboa e do Algarve.
Comentários