PS-Madeira defende obrigatoriedade do consumo de produtos regionais nas escolas

“Quando temos refeições num dia para um aluno na ordem de 1,45 euros, percebe-se a forma como todo este processo é montado, acabando por excluir os produtos regionais dos menus dos nossos estudantes”, frisou Victor Freitas.

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista-Madeira defende que o Governo Regional crie uma cláusula que garanta a obrigatoriedade do consumo de produtos regionais nas escolas e que aumente o financiamento dos estabelecimentos de ensino para esse efeito.

Esta seria, no entender do deputado Victor Freitas, uma forma apoiar os agricultores da Região, garantindo o escoamento dos seus produtos e possibilitando, ao mesmo tempo, o consumo de produtos de qualidade pelos jovens.

O deputado afirmou esta segunda-feira, durante uma conferência e imprensa na Madalena do Mar, que há vários instrumentos que foram legislados no Parlamento e que o Executivo madeirense não está a utilizar. Referindo-se concretamente ao fornecimento de refeições aos 2.º e 3.º ciclos e secundário, disse que deveria haver uma aposta no sentido de integrar muitos produtos regionais nos concursos de fornecimento às escolas.

“Aquilo a que temos assistido é que o Governo Regional deu autonomia às escolas nessa matéria, mas não criou regras para que se capte os produtos regionais para as refeições dos nossos jovens. Hoje, o que acontece é que, nas escolas dos 2.º e 3.º ciclos e secundário, os produtos regionais não entram, porque o concurso não obriga a isso, e devia obrigar”, salientou.

“Se o Governo Regional quer ajudar os produtores regionais, devia condicionar os concursos e integrar uma parte de produtos da agricultora regional, e não o faz”, vincou Victor Freitas, acrescentando que quando o Executivo coloca como critério o preço das refeições, acaba afastando os produtores regionais desta equação.

“Quando temos refeições num dia para um aluno na ordem de 1,45 euros, percebe-se a forma como todo este processo é montado, acabando por excluir os produtos regionais dos menus dos nossos estudantes”, frisou.

Os socialistas querem, por isso, que Executivo madeirense integre uma cláusula nestes concursos que obrigue a ter produtos regionais e que aumente o financiamento das escolas para tal. De igual modo, entendem que o mesmo critério devia ser seguido em relação às refeições hospitalares e nos lares de terceira idade.

Ler mais
Recomendadas

Novo líder do PS/Madeira diz que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado

Paulo Cafôfo, afirmou que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado e garantiu que o seu projeto político assenta na transparência democrática.

Mais de 100 mil testes à Covid-19 processados no laboratório do SESARAM

Desde o dia 29 de fevereiro de 2020, o Laboratório do Serviço de Patologia Clínica do SESARAM realiza o processamento de testes PCR à Covid-19 na Região Autónoma da Madeira.

Congresso dos Socialistas Madeirenses hoje e amanhã consagra Paulo Cafôfo novo líder do partido

No domingo vai haver a votação para os órgãos regionais do PS-Madeira e uma sessão de encerramento marcada para as 12h30.
Comentários