Universidade da Madeira fecha parceria com cinco instituições para mestrado em Estudos de Enfermagem

A parceria envolve a Universidade de Évora e os Institutos Politécnicos de Beja, Castelo Branco, Portalegre, e Setúbal.

Campus da Universidade da Madeira, Penteada, Funchal

A Universidade da Madeira (UMa), em parceria com a Universidade de Évora, e os Instituto Politécnicos de Beja, Castelo Branco, Portalegre, e Setúbal, vão lançar no ano lectivo de 2019/2020 a primeira edição do mestrado em Estudos de Enfermagem.

O mestrado tem uma duração de quatro semestres, e vai ser leccionado em regime misto. A instituição do ensino superior vai disponibilizar 30 vagas para candidatos nacionais de um estado membro da União Europeia e mais cinco vagas para candidatos sem nacionalidade de países da União Europeia.

As candidaturas para o mestrado em Estudos de Enfermagem vão até 28 de março e podem ser efetuadas no Portal da Universidade de Évora.

O objetivo do mestrado, que dá grau académico de Mestre em Enfermagem, atribuído por todas as Instituições parceiras, passa por “formar enfermeiros que contribuam para a investigação, ensino, gestão e desenvolvimento da disciplina”.

Recomendadas

Documentário sobre diáspora portuguesa no Havai vai ter estreia nacional na Madeira

O realizador Ponta-Garça referiu também que já está a trabalhar na produção do próximo documentário, um filme mais abrangente que deverá estar pronto em 2020 e se vai debruçar sobre os portugueses em todos os Estados Unidos da América.

Assembleia da Madeira regressa ao trabalho com Venezuela e Zona Franca na agenda

As sessões plenárias da Assembleia Legislativa da Madeira regressam esta terça-feira. O PSD vai apresentar uma recomendação ao governo central para que agilize a concessão de autorizações de residência temporárias aos oriundos da Venezuela devido a razões humanitárias.

Juventude Popular da Madeira promove primeira escola da quadros

A escola de quadros realiza-se a 28 e 29 de abril e terá como diretor José Manuel Rodrigues, deputado do CDS-PP na Assembleia Legislativa da Madeira.
Comentários