Wall Street fecha em alta com a Fed e petróleo dispara com o Irão

O petróleo West Texas dispara 5,38% para 56,65 dólares devido à tensão geopolítica entre o Irão e os EUA no estratégico Estreito de Ormuz.

Wall Street registou ganhos de quase 1% (Dow Jones: + 0,94% para 26.753,17 pontos; S&P 500: + 0,95% para 2.954,2 pontos; e Nasdaq: + 0,80% para 8.051,4 pontos) depois da Reserva Federal dos EUA (Fed) ter decido na quarta-feira uma abordagem mais acomodatícia na sua política monetária para os próximos meses.

Os investidores reagiram à decisão de política monetária do banco central americano, que, apesar de manter os juros inalterados, indicou que cortes nas taxas podem ser efetuados ainda este ano.

Tudo isso enquanto o petróleo West Texas dispara 5,38% para 56,65 dólares devido à tensão geopolítica entre o Irão e os EUA no estratégico Estreito de Ormuz.

Por sua vez, o euro valoriza-se 0,55%, para 1.1288 dólares. Já no mercado de dívida dos EUA, a yield das obrigações americanas a 10 anos sobe 0,34 pontos base para 2,03% e permanece abaixo das bonds a três meses, que está em 2,13%. O fato de a curva de taxas entre essas duas referências permanecer invertida antecipa uma desaceleração económica significativa tanto nos EUA quanto no sistema económico global como um todo, segundo os analistas internacionais.

 

Relacionadas

Irão quer demonstrar “perante ONU” que Washington “mente” sobre drone abatido

“Vamos levar esta nova agressão perante a ONU e mostrar que os Estados Unidos mentem quando dizem que o drone estava sobre águas internacionais”, escreveu Mohammad Javad Zarif.

Powell responde a Trump: “Tenho um mandato de quatro anos e pretendo cumpri-lo”

A guerra de palavras entre os presidentes da Fed e dos Estados Unidos não dá sinais de quebra. “A lei é clara”, disse Powell sobre o mandato, depois de Trump ter mostrado reticência quando questionado sobre um eventual plano para demitir o ‘chairman’ do banco central.

Fed mantém taxa inalterada, mas troca “paciente” por “agir de forma apropriada”

A ‘federal funds rate’ continua fixada num intervalo entre 2,25% e 2,50%, anunciou o Federal Open Market Committee (FOMC), após a reunião de dois dias que terminou esta quarta-feira.
Recomendadas

Depois das praças europeias, Brexit penaliza Wall Street

O Goldman Sachs aumentou a sua estimativa quanto à probabilidade de o Brexit vir mesmo a acontecer, atribuindo agora 65% de hipóteses para que o divórcio entre a União Europeia e o Reino Unido ocorra no dia 31 de outubro.

Brexit assusta bolsas europeias e PSI 20 perde 0,73%

Voto no Parlamento britânico sobre o acordo do Brexit negociado esta semana com a União Europeia causou algum desconforto para os investidores. No PSI 20, a Mota Engil e o BCP lideraram as perdas numa sessão em que 13 cotadas encerram em queda.

Wall Street abre a negociar flat

A penalizar Wall Street está nomeadamente o anúncio da Johnson & Johnson, após a empresa norte-americana anunciar que terá de retirar do mercado um lote de produto. Por outro lado, resultados da Coca-Cola, Intuitive Surgical e American Express2 animam as praças norte-americanas.
Comentários