Portugal a saque

Já é tempo de dizer, sem medo das palavras, que, no combate à corrupção, o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa não existe; que o primeiro-ministro António Costa faz figura de corpo presente.

Naufrágio quase geral

O caso Costa/Medina mostra bem o ponto a que chegou a ligação entre o pessoal dos partidos e os dirigentes dos clubes de futebol: ao ponto da mais perfeita irracionalidade

Regras da economia

O caso da Festa do Avante, o erro da SIC e os despedimentos em Fátima.

Da cobardia

Aqueles sete segundos de António Costa com o “Expresso” são um exemplo de promiscuidade e tentativa de manipulação não enquadráveis num ‘off the record’.

O Bloco e o Chega

Fantasmas como “o racismo”, “o fascismo” e outros ismos artificiais não metem medo à maioria dos portugueses descontentes com o regime.

O Banco de Fomento

Neste período crítico, a economia portuguesa exige deste novel banco uma administração consciente do tempo que vivemos e tanto quanto possível blindada aos desejos do aparelho socialista no poder.
Ver mais artigos