Em Foco
Leia mais

Leia aqui o Jornal Económico desta semana

Leia todas as edições do Jornal Económico, na plataforma JE Leitor. Aproveite as nossas ofertas para assinar o Jornal Económico. Apoie o jornalismo independente.

Combustíveis com forte descida de preço na Madeira

A gasolina passa dos 1,503 para os 1,484 euros por litro e o gasóleo desce dos 1,257 para os 1,240 euros por litro.
Edição Impressa
Leitor

“Costa pode esperar sentado” porque PS não vai ganhar na Madeira, diz Miguel Albuquerque

“Neste momento, em que a Madeira, a autonomia da Madeira, está mais uma vez sob o fogo do centralismo lisboeta”, disse este sábado o presidente do PSD/Madeira.

Madeira: CDS-PP afirma que não vai transformar a administração pública num “quintal de partidos”

O líder dos centristas madeirenses prometeu ainda uma valorização dos funcionários públicos, e a promoção da competência e do mérito.

Madeira: administração pública regional ganha em média mais 1,2%

Com 1.127 euros de ganhos médios mensais estão os assistentes técnicos e operacionais, mais 2,4% do que em abril de 2018, e com 811 euros estão os assistentes operacionais e auxiliares. Estes últimos são os que apresentam menores ganhos de toda a tabela, apesar de ter havido um aumento de 3,9% entre um ano e outro.

Universidade da Madeira planeia construção de novo edifício

José Carmo considera que a construção deste edifício deveria ser da responsabilidade do Governo da República, acrescentando que ainda não está nada em construção.

Secretaria Regional de Educação emprega 49,8% da Administração Regional da Madeira

As empresas públicas empregam 5 mil 746 trabalhadores. São 29,6% de toda a Administração Regional da Madeira.

Alojamento turístico na Madeira com queda nas dormidas e proveitos

Há um decréscimo face ao mesmo período do ano passado em relação ao rendimento médio por quarto (RevPAR) no alojamento turístico em 4,2%, passando assim para os 49,57 euros. Quando se contabiliza apenas o setor da hotelaria, o RevPAR teve uma quebra de 4,9 em junho deste ano, passando para os 53,95 euros.

Países nórdicos ganham mais peso no mercado turístico da Madeira

A Noruega é o país, entre todos os mercados, com a maior estada média: 6,6 noites, enquanto mercados principais como a Alemanha e a França, têm uma estada média de 3 e 4,6 noites, respetivamente.

PS quer construir novos núcleos de habitação social na Madeira

O candidato socialista ao Governo Regional diz que quer promover equipamentos com estruturas e espaços que promovam um espírito comunitário. Cafôfo acrescentou que atualmente ainda existem pessoas que não vivem em condições condignas.

Deco alerta para contratações de prestação de serviços com recurso a créditos ao consumo

Antes de assinar um contrato de crédito ao consumo, o consumidor deve ser informado de forma clara sobre as características – comissões, prazo, taxas de juro, entre outras, para poder avaliar os encargos que suportará com esta contratação.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.

Aliança quer eleger cidadãos e não políticos de profissão

O candidato refere que em sede de parlamento tudo é negociável e que o seu compromisso é fazer cumprir o programa de governo, mas que não tem pretensões de ir para governo, “a não ser que ganhemos as eleições”.

Exportações com subida de 61,9% na Madeira

As importações tiveram uma quebra de 10,1%.

MPT-Madeira acredita que “quanto mais esclarecermos a população dos projetos políticos mais esta pode acreditar”

Sobre as sondagens, Valter Rodrigues salienta que são tudo “especulações muito grandes”, que não traduzem a realidade, nem são fiáveis em termos de elementos, locais de inquérito e “só a 22 de setembro” é que tudo ficará definido.
Ver mais artigos