A partir de hoje já pode renovar o cartão de cidadão em cinco minutos

Numa fase inicial, este serviço vai estar disponível nos 28 espaços cidadão da Grande Lisboa, mas o Governo pretende alargar o sistema até ao final do mês de julho. O objetivo é reduzir em um terço o tempo de atendimento.

Esta segunda-feira, já vai poder renovar o seu cartão de cidadão em apenas cinco minutos. Numa fase inicial este serviço vai estar disponível nos 28 espaços cidadão da Grande Lisboa, mas o Governo pretende alargar o sistema até ao final do mês de julho, estando a ser estudada a possibilidade de avançar na Área Metropolitana do Porto revela a rádio ‘Renascença’.

O objetivo deste novo serviço segundo o Ministério da Justiça, passa por reduzir o tempo de atendimento em um terço. No entanto, nem todas as pessoas poderão usufruir deste sistema, que corresponde a diversos critérios de utilização.

Somente pessoas com 25 anos ou mais e que queiram manter os dados biométricos no sistema dos serviços de identificação, podem utilizar este novo serviço. Além disso, o cartão do cidadão não pode ter caducado há mais de 30 dias.

Estes Espaços Cidadão vão funcionar também nas próprias conservatórias. Ou seja, o Governo acredita que a procura pelas conservatórias não vai reduzir e que a vantagem está na rapidez. Outras das hipóteses passa pela disponibilização deste serviço online. Assim que for possível, todos os Espaços cidadão poderão prestar este serviço no modelo de atendimento digital assistido.

Recomendadas

“Overtourism”: Estas 10 cidades estão a ser engolidas pelo turismo em massa

Com cada vez mais viajantes, o conceito de turismo em excesso alargou-se a mais destinos. Conheça os países que vão ser as principais vítimas deste fenómeno na próxima década.

O que fazer quando um crédito “desaparece” da Central de Responsabilidades

No caso de o crédito “desaparecer” da CRC não significa que a dívida deixou de existir, sendo que o consumidor mantém a sua responsabilidade perante a obrigação. Esta situação poderá ocorrer aquando da cessão de crédito (venda da dívida a terceiros), a favor de uma entidade fora do sistema financeiro, pelo que esta passa a assumir a posição de credor.

Mais de metade dos portugueses não confiam em fazer compras pela internet

Entre os consumidores que já aderiram às compras pela internet, 65% destacam como grande vantagem a comodidade. Por outro lado, 44% vê nas devoluções o maior entrave no ‘e-commerce’.
Comentários