AEP e comitiva portuguesa na Feira de Construção Civil na Arábia Saudita

Esta é a 11ª vez consecutiva que a AEP organiza a participação coletiva de empresas portuguesas na Saudi Build, sendo que a primeira participação foi em 2008.

SaudiBuild

A AEP (Associação Empresarial de Portugal), e uma comitiva composta por oito empresas nacionais, vai participar na feira Saudi Build & Stone Tech, que decorre na capital, em Riade, entre os dias 22 e 25 de outubro. Uma feira cujo foco principal é a partilha e apresentação de ideias e projetos de empresas na área da construção civil.

Em comunicado, a associação lembra que a Arábia Saudita tem em curso centenas de projetos (estradas, residências, hospitais, escolas, rede de fornecimento de água e eletricidade), que envolvem mil milhões de dólares e abrangem vários setores de atividade. As empresas que integram nesta comitiva, têm atividade nos vários setores, tanto em design de interiores, como estruturas e construções metálicas, até ferramentas mecânicas.

Esta é a 11ª vez consecutiva que a AEP organiza a participação coletiva de empresas portuguesas na Saudi Build, sendo que a primeira participação foi em 2008. Em 2011, a AEP também foi a responsável pela participação na feira Saudi MediCare, dedicada ao setor da Saúde.

Entre 2011 e 2015, o crescimento médio anual das exportações portuguesas para a Arábia Saudita atingiu os 11,4%. Em 2016, as exportações fixaram-se nos 151 milhões de euros e, segundo dados do INE, o número de exportadoras passou de 249, em 2010, para 508, em 2016.

Recomendadas

FinTech: das finanças pessoais à análise de risco

Produtos digitais cobrem a indústria financeira. A inteligência artifical tanto apoia no ‘backoffice’ como recomenda estratégias de investimento.

Ex-presidente da Nissan pode vir a ser detido mais uma vez esta segunda-feira

A detenção deve acontecer na próxima segunda-feira, altura em que o atual período de detenção por suspeita de ter desviado cinco milhões de dólares (cerca de 4,4 milhões de euros) termina.

FinTech provocaram a disrupção da cadeia de valor da banca

Parece consensual entre ‘experts’ que o futuro dos bancos passa por entrarem nas ‘apps’ do telemóvel e que as FinTech vão ser os seus parceiros da inovação tecnológica.
Comentários