Empresas em situação de risco vão ser alertadas pelo Fisco

O “Jornal de Negócios” revela que a informação será gerida pela Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), com os administradores das empresas a receberem a informação sobre situações de risco por parte do Fisco.

As empresas do setor não financeiro sem sede em Portugal vão começar a receber informação sobre situações de risco relativamente à saúde financeira, através do Fisco. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo “Jornal de Negócios”, que explica que esta medida serve para que as empresas possam reagir a tempo de evitar desastres, como por exemplo situações de insolvência.

Este processo vai ser gerido pela Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) que já possui desde 2015 uma ferramenta de autodiagnóstico financeiro, que serve de ajuda às empresas na avaliação do seu desempenho financeiro. No entanto, e de acordo com o Governo, esta ferramenta tem sido muito pouco usada pelos gestores e administradores de empresas.

Com esta medida, o objetivo será criar um mecanismo de alerta precoce automático e não voluntário, isto é, todas as empresas o vão ter, quer queiram, ou não. O IAPMEI irá consoante os resultados remeter os gestores e administradores para apoio especializado.