Euro recua face ao dólar penalizado por descida da lira turca

A depreciação da lira turca acentuou-se hoje, chegando a recuar 19% face ao dólar, devido ao nervosismo e à perda de confiança dos mercados, num contexto de crise diplomática com os Estados Unidos e de preocupação com a independência do banco central turco.

O euro caiu hoje para o valor mais baixo em 13 meses face ao dólar, num cenário de nervosismo com a queda da lira turca.

Às 17:50 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,1396 dólares, quando na quinta-feira ao final da tarde negociava a 1,1551 dólares.

A depreciação da lira turca acentuou-se hoje, chegando a recuar 19% face ao dólar, devido ao nervosismo e à perda de confiança dos mercados, num contexto de crise diplomática com os Estados Unidos e de preocupação com a independência do banco central turco.

Segundo o jornal Financial Times, o Banco Central Europeu (BCE) está preocupado com a exposição de alguns bancos europeus à Turquia.

Nos Estados Unidos, a inflação subiu 0,2% em julho em relação ao mês anterior e a taxa anual atingiu 2,9%, enquanto a inflação subjacente ficou em 2,4%.

O aumento dos preços favorece a subida das taxas de juro pela Reserva Federal, o que apoia a valorização do dólar.

Ler mais
Recomendadas

Alívio do IRS é única promessa feita por todos

Todos os partidos defendem menos IRS para rendimentos médios e baixos. Noutros impostos há reduções para todos os gostos e más notícias paraos mais ricos. Mas esquerda e direita chegam a ter propostas semelhantes.

PremiumFisco avança com execuções a 500 advogados com dívidas à Ordem

Advogados que tenham quotas em atraso e não pagarem voluntariamente podem ser alvo de ações executivas. Já foram formalizadas 500 execuções fiscais junto da AT nas duas mil interpelações feitas pela Ordem.

Investimento chinês captado por vistos gold cai 16% até agosto e o de origem brasileira sobe 41%

O investimento por via de Autorizações de Residência para Atividade de Investimento subiu 80,6% em agosto, face a igual período de 2018, para 82,5 milhões de euros.
Comentários