Galp propõe aumento do dividendo em 15% para 63 cêntimos

Os acionistas da companhia voltam assim a ver a sua remuneração subir, depois do aumento de 10% para 55 cêntimos por ação anunciado no ano passado.

A Galp propõe um aumento do dividendo a pagar aos seus acionistas em 15% para os 63 cêntimos por ação. Este valor vai ser assim proposto à assembleia-geral de acionistas da companhia.

Os acionistas da companhia voltam assim a ver a sua remuneração subir, depois do aumento de 10% para 55 cêntimos por ação anunciado no ano passado. Na altura, a companhia referia que o valor de 55 cêntimos por ação iria ser a “referência para os próximos anos”.

Recorde-se que parte deste dividendo dos 63 cêntimos por ação já foi pago em setembro, no chamado dividendo intercalar, que serve para pagar aos acionistas parte dos lucros do ano que decorre.

 

Relacionadas

Lucros da Galp sobem 23% para 707 milhões de euros em 2018

A companhia aumentou os lucros em 2018 à boleia do aumento da produção de petróleo e de gás natural no Brasil e também em Angola, e também pela subida dos preços nos mercados internacionais.
Recomendadas

Turcos do grupo Yilport querem Leixões perto da capacidade de Sines

Robert Yildirim, patrão do operador portuário Yilport – o segundo maior europeu -, vai aumentar a capacidade do terminal sul de Leixões para 670 mil TEU e quer ter um milhão de TEU no terminal norte.

Trabalhadores do Montepio temem que instabilidade se reflita nos resultados anuais

A Comissão de Trabalhadores refere-se às “sucessivas alterações” nos órgãos sociais do Banco Montepio. Os trabalhadores queixam-se ainda do modelo de progressão de carreiras e querem ser envolvidos no Plano de Transformação anunciado por Carlos Tavares.

CMVM, Banco de Portugal e ASF na nova autoridade de resolução

A reforma da supervisão financeira inclui a criação de uma autoridade de resolução bancária que vai ter na administração dois membros do BdP, um da CMVM, um da ASF e um quinto, que virá de fora.
Comentários