Galp propõe aumento do dividendo em 15% para 63 cêntimos

Os acionistas da companhia voltam assim a ver a sua remuneração subir, depois do aumento de 10% para 55 cêntimos por ação anunciado no ano passado.

A Galp propõe um aumento do dividendo a pagar aos seus acionistas em 15% para os 63 cêntimos por ação. Este valor vai ser assim proposto à assembleia-geral de acionistas da companhia.

Os acionistas da companhia voltam assim a ver a sua remuneração subir, depois do aumento de 10% para 55 cêntimos por ação anunciado no ano passado. Na altura, a companhia referia que o valor de 55 cêntimos por ação iria ser a “referência para os próximos anos”.

Recorde-se que parte deste dividendo dos 63 cêntimos por ação já foi pago em setembro, no chamado dividendo intercalar, que serve para pagar aos acionistas parte dos lucros do ano que decorre.

 

Relacionadas

Lucros da Galp sobem 23% para 707 milhões de euros em 2018

A companhia aumentou os lucros em 2018 à boleia do aumento da produção de petróleo e de gás natural no Brasil e também em Angola, e também pela subida dos preços nos mercados internacionais.
Recomendadas

Mercadona procura quota de vendas superior a 10% em Portugal

Se replicar o êxito de Espanha, onde garante 25% das receitas com 17% da área comercial, grupo de Juan Roig vai chegar ao topo do mercado interno.

Farfetch: “Vamos reinvestir as margens do crescimento agressivo da empresa”

José Neves, fundador da Farfetch, está satisfeito com os resultados obtidos pela empresa, tal como foi como foi prometido ao mercado. O foco está em continuar a crescer e não na rentabilidade imediata.

Corte de 462 mil euros no orçamento da Agência Lusa pode provocar despedimentos

Em causa está a decisão do Governo, que controla a participação maioritária da agência detida em 50,14% pelo Estado, de cortar na rúbrica Fornecimentos e Serviços Externos do orçamento da Agência Lusa
Comentários