Grécia acredita que vai conseguir negociar alívio da dívida com credores ainda este mês

A reunião dos ministros das Finanças da zona euro acontece no próximo dia 21 de junho, estando prevista a apresentação de medidas para a conclusão do programa de assistência à Grécia em agosto.

A Grécia está confiante de que vai conseguir negociar com os credores um alívio da dívida no final deste mês, o que lhe vai permitir assegurar um retorno aos mercados, pós-resgate financeiro, credível. A reunião dos ministros das Finanças da zona euro acontece no próximo dia 21 de junho, estando prevista a apresentação de medidas para a conclusão do programa de assistência à Grécia em agosto.

O sentimento de otimismo é notório entre ambas as partes envolvidas no processo. O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, garante que da Grécia continuam a chegar “boas notícias” e assegura que os mais recentes esforços gregos mostram que “quando há confiança mútua e verdadeira sentido de propriedade das reformas é possível chegar a compromissos num curto espaço de tempo”.

“Na nossa próxima reunião, no Luxemburgo, em junho (dia 21), vamos decidir tudo o que será preciso para assegurar uma saída bem-sucedida da Grécia do programa em agosto. Esta é a nossa grande prioridade relativamente à Grécia”, afirmou Mário Centeno, sublinhando que o objetivo é que o país regresse aos mercados depois de 20 de agosto.

Atenas pretende conseguir uma almofada financeira até 20 mil milhões de euros, o que lhe permitiria explorar novos mercados. O país garante que vai cumprir as metas fiscais impostas, de forma a garantir um regresso aos lucros dos títulos do Governo grego.