Joana Marques Vidal deverá continuar na PGR

O semanário “Expresso” revela que falta apenas ouvir os partidos com assento parlamentar. António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa já terão combinado a data e a forma de anunciar a recondução.

Cristina Bernardo

É quase certa a recondução de Joana Marques Vidal na Procuradoria-Geral da República (PGR), falta apenas ouvir o que têm a dizer os partidos com assento parlamentar, segundo a notícia avançada este sábado pelo “Expresso”.

Ao que o semanário apurou junto de fontes ligadas ao processo, a confirmação de que a procuradora se mantém à frente do Ministério Público “está na calha” – de acordo com a expressão utilizada pelos porta-vozes – mas só se tornará pública, pelo menos, depois de António Costa regressar da visita oficial a Angola.

Em causa está o facto de Joana Marques Vidal estar associada à PGR e ao processo relativo a Manuel Vicente, contestado pelo governo de Luanda. No entanto, após a ministra da Justiça falar com os partidos e o primeiro ministro voltar deverá saber-se se a atual procuradora se mantém no cargo. O jornal refere que António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa até já combinaram a data e a forma de anunciar a sua recondução.

Recomendadas
Sporting: “Não podemos desistir da ‘guerra’ jurídica”, garante Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho consideram-se “juridicamente vinculados a impugnar todos os actos que decorram ou sejam tomados na sequência das ilegalidades cometidas”.
PGR de Angola admite investigar denúncias do ex-presidente da comissão executiva do BESA
Segundo o magistrado Hélder Pitta Grós, ainda não há registo de nenhuma denúncia formal sobre as revelações de Álvaro Sobrinho, em entrevista à Televisão Pública de Angola, que dão conta de que o banco faliu por uma decisão política dos acionistas do banco e não por insolvência.
Identidade de ‘hacker’ do Benfica força PJ a pedir captura internacional
A Polícia Judiciária equaciona pedido de detenção internacional de pirata informático português que roubou ‘emails’ do Benfica, após a divulgação da sua identidade.
Comentários