Novo serviço “Caixa Mobile” vai melhorar a gestão financeira e facilitar a vida dos clientes

O administrador executivo da Caixa Económica de Cabo Verde, Antão Chantre, afirmou esta quinta-feira que o novo serviço “Caixa Mobile”, desenvolvido pela empresa, vai melhorar a gestão financeira e facilitar a vida dos clientes.

Antão Chantre fez estas declarações à imprensa, à margem do acto de lançamento do aplicativo “Caixa Mobile”, realizado esta quinta-feira, na cidade da Praia, tendo na ocasião afirmado que a Caixa Mobile é uma aplicativo fácil, seguro, cómodo e com soluções inovadoras.

“Os clientes podem aceder aos serviços a qualquer hora e em qualquer lugar. Com este aplicativo são eliminados os custos de deslocação às agencias e ATM´s e melhora a gestão financeira no que se refere ao acesso a consulta e agendamento das transacções bancárias e a adesão á Caixa Mobile é gratuita”, elucidou.

Segundo este responsável, o Caixa Mobile é único aplicativo bancário em Cabo Verde que traz funcionalidades disruptivas, que permite aos clientes da Caixa Económica fazer o login com impressão digital e fazer o pagamento de serviços com recurso à fotografia e QR code.

“Hoje em dia, o mundo está a caminhar para a era digital e cada vez mais as pessoas utilizam telemóveis e em Cabo Verde temos mais de trezentos mil smartphones. E isso foi a estratégia da Caixa Económica aproveitar esse meio para disponibilizar o novo serviço, que é o de levar o banco para os smartphones, através da tecnologias”, disse.

Adiantou que este serviço permite aos clientes realizar as operações bancárias a um click de distância, comunicando interactivamente através de dispositivos moveis, nomeadamente, tablets ou smartphones, mediante o download do respectivo aplicativo.

“Queremos também trazer a localização dos ATM.s na aplicação móvel porque com este aplicativo consigo ver onde estão localizados só ATM da Caixa Económica e qual é a disponibilidade ou status no momento”, afirmou, salientando, que até ao final a Caixa Económica pretende trazer mais inovações, a fim de se ter um banco cada vez mais digital.

Entretanto, esclareceu que a funcionalidade deste aplicativo depende do rápido funcionamento da rede interne, garantindo, por outro lado, que relativamente à segurança bancária dos clientes, a Caixa Económica, sendo um banco com certificado de segurança, seguiu as melhores práticas internacionais nesse aspectos.

Para a materialização deste aplicativo, de acordo com o administrador executivo, foi contratada uma empresa que implementou o design em que os requisitos foram pensados pelos técnicos da Caixa Económica, com enfoque nas melhores práticas internacionais.

Ler mais
Recomendadas

Cabo Verde recompra 40% da CV Telecom e põe fim ao litígio com a PT Ventures

O Estado cabo-verdiano e a empresa detida pela brasileira Oi assinaram esta terça-feira, na cidade da Praia, o acordo que acaba com o contencioso existente entre as duas entidades.

Governador do Banco de Cabo Verde não vai renovar mandato

João Serra anunciou que sairá do banco central cabo-verdiano em dezembro. “Até lá, continuo a ser governador, assumindo na plenitude as minhas responsabilidades”, disse.

Cabo Verde e Timor preparam fórum de inspetores da segurança alimentar e atividades económicas

A autoridade de inspeção timorense está na Praia para assinar um protocolo com IGAE. Em cima da mesa vão estar também os desafios do FISAAE, que congrega todos os serviços de inspeção da segurança alimentar e das atividades económicas da CPLP.
Comentários