Presidente da Assembleia da Madeira apela a partidos para “não inquinarem trabalhos parlamentares” por causa das autárquicas

O presidente da Assembleia da Madeira afirmou que “a Assembleia Legislativa é o primeiro órgão de Governo próprio. Existe para discutir as grandes questões regionais e não para discutir questões municipais ou para fazer campanha eleitoral”.

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, apelou aos partidos com assento parlamentar para não deixarem “inquinar os trabalhos parlamentares” por causa das eleições autárquicas.

“A Assembleia Legislativa é o primeiro órgão de Governo próprio. Existe para discutir as grandes questões regionais e não para discutir questões municipais ou para fazer campanha eleitoral”, alertou José Manuel Rodrigues.

O recado foi deixado após a reunião dos representantes dos partidos na Assembleia Legislativa da Madeira.

As eleições autárquicas devem acontecer entre setembro e outubro.

Três independentes governam Câmara Municipais na Madeira (Funchal, Ribeira Brava, São Vicente), o PSD governa três (Câmara de Lobos, Calheta, Porto Santo), PS governa três (Porto Moniz, Ponta do Sol, Machico), CDS-PP governa uma (Santana), e JPP governa uma (Santa Cruz).

Recomendadas

Madeira celebra contrato-programa com Startup Madeira no valor de 534.100 euros

A decisão é justificada pela relevância estratégica da Startup Madeira enquanto “centro de referência ao nível da dinamização do empreendedorismo, enquanto instrumento de desenvolvimento regional, apoiando os empreendedores na implementação de projetos inovadores e enquanto contribuinte para a diversificação da economia regional”.

MUN – Madeira Model of United Nations promove debate sobre exploração do trabalho infantil

O MUN é uma “simulação de um debate das Nações Unidas, que contempla os ensinos secundário e universitário”.

Governo da Madeira assinala na segunda-feira arranque oficial da obra do Hospital Central da Madeira

Na segunda-feira será assinalado o início da 1ª fase da obra do novo hospital da Madeira referentes à escavação e contenções periféricas.
Comentários