Produção automóvel cresceu 12,1% em abril. Produção de pesados teve queda de 14%

Embora a vendas de veículos automóveis apresentem um decréscimo, a produção continua a aumentar. Cerca de 97% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo.

A produção e montagem automóvel, no mês de abril, atingiu os 28.602 veículos, o que representou um crescimento de 12,1% face ao mês de abril de 2018, revelou a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) esta quarta-feira.

Nos primeiros quatro meses de 2019, saíram das fábricas portuguesas 123.073 veículos automóveis, representando um aumento de 25,8% em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com os mesmos dados, este valor “confirma a importância que as exportações representam para o sector automóvel”, sendo que 97,4% dos veículos fabricados em Portugal têm como principal destino o mercado externo, e isso essas exportações contribuem “de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

A Europa continua a ser o mercado mais importante para as exportações dos veículos fabricados em território nacional (98,2%), com a Alemanha (22,6%), Itália (15,9%), França (13,8%) e Espanha (11,2%) a liderar a lista.

Os dados da ACAP revelam que foram montados 396 veículos pesados em abril deste ano e, em termos acumulados, de Janeiro a Abril 1.893 veículos. Destes, foram exportados 95,6%, sendo a América (89,7%) é o principal destino de chegada.

Apesar de nos primeiros quatro meses do ano ter acumulado uma produção positiva de 11,5%, no mês de abril a produção de veículos automóveis pesados apresentou uma quebra de 14,1%.

Já os veículos comerciais ligeiros obtiveram um crescimento na produção de 7,9%, quando comparando com o período homólogo, atingindo as 4.700 unidades. Em valor acumulado, de janeiro a abril do presente ano, produziram-se 19.518 veículos comerciais, significando um aumento de 21,6%.

Ler mais
Relacionadas

Vendas de automóveis voltam a cair em abril pelo terceiro mês consecutivo

“O mercado automóvel voltou a registar uma queda em abril, tal como aconteceu nos dois meses anteriores”, indica a ACAP, em comunicado.
Recomendadas

Berardo: Bens pessoais de empresário estão na mira da justiça

Ações, títulos, depósitos e participações não bastam para liquidar dívida. Penhorar património pessoal de Berardo poderá ser a solução.

Amazon: ações podem chegar aos três mil dólares nos próximos dois anos, estima Bloomberg

A avaliação de três mil dólares por título implica uma capitalização bolsista de 1,47 mil milhões de dólares (1,31 mil milhões de euros).

As cidades com os táxis mais caros (e mais baratos) do mundo

O Deutsche Bank fez uma pesquisa onde elenca 55 cidades e os respetivos preços médios para utilizar o táxi. Lisboa está em 34.º lugar de uma lista que coloca Zurique no primeiro lugar e Amesterdão em segundo.
Comentários