Taxa de desemprego na OCDE desce ligeiramente em abril e fixa-se em 5,2%

A taxa de desemprego na OCDE recuou uma décima em abril, em comparação com o mês anterior, para 5,2%, com o número de desempregados a fixar-se em 33,2 milhões, foi esta quinta-feira, 13 de junho, anunciado.

Hugo Correia/Reuters

Segundo um comunicado da Organização para a Cooperação (OCDE) hoje divulgado, na zona euro, destacou-se Espanha, com uma descida de duas décimas para 13,8%, e a Lituânia, também com uma descida de duas décimas, para 5,8%.

Já em Portugal, o desemprego fixou-se em 6,7%, mais duas décimas face ao valor registado no mês anterior.

De acordo com a OCDE, em abril, o desemprego nos Estados Unidos caiu também duas décimas para 3,6%, enquanto no Canadá cedeu uma décima para 5,7%.

Por sua vez, no Japão, o desemprego retrocedeu uma décima para 2,4% e manteve-se estável em 3,5% no México.

A taxa de desemprego jovem, por seu turno, manteve-se estável em 11,1% na zona euro, registando-se oito milhões de desempregados.

As maiores descidas (de até um ponto percentual) registaram-se em Espanha, Irlanda e Letónia, enquanto Itália (31,4%), Espanha (32,7%) e Grécia (40,4%, em março) apresentam os níveis mais elevados.

Ler mais
Recomendadas

Rui Patrício nomeado para Fundação Coleção Berardo após demissão de administrador do Estado

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, nomeou o advogado para a administração da fundação no seguimento da renúncia ao mandato de João Nuno Azevedo Neves. Demissão de administrador nomeado pelo Estado surge no âmbito do processo de guarda do arresto das cerca das 1.000 obras de arte José Berardo que estão no CCB , tal como noticiado nesta terça-feira, 17 de Setembro pelo Jornal Económico.

UTAO: Novo Banco atira défice para 0,8% do PIB no 1.º semestre

O valor estimado pela UTAO para o semestre fica aquém da meta do Governo para o conjunto do ano, de 0,2% do PIB, “sem, contudo, colocar em causa o seu cumprimento”, consideram os técnicos do parlamento.

Região norte é a que mais cresce no setor do turismo em Portugal

O Porto e norte de Portugal afirmou-se, durante o mês de Julho, como o destino que mais cresce na actividade turística no todo do contexto nacional. Dormidas totais registam aumento de perto de 12%,  o que corresponde a 1,1 milhões de dormidas.
Comentários