Albuquerque quer política de criação de emprego em vez de “conversa fiada e slogans”

O governante afirmou que o paleio é bom para programas de televisão “mas nunca deu emprego e rendimento a ninguém”.

A Madeira tem de seguir uma política centrada no trabalho, investimento, e na criação de emprego, considerou Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional. “De fantasia e de conversa fiada ninguém vive”, alertou o governante.

“O paleio é bom para programas de televisão mas nunca deu emprego nem de comer, nem rendimento a ninguém”, reforçou o governante na entrega de apoios no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural da Madeira (PRODERAM).

O governante salientou ainda a importância dos apoios europeus na área agrícola para garantir o desenvolvimento da Região Autónoma.

Albuquerque disse ainda ser de relevo aproveitar a fase de crescimento económico que a Madeira tem atravessado.

 

Recomendadas

Ter radioterapia é uma vantagem para a Madeira, diz diretor de ginecologia do SESARAM

O responsável pela ginecologia/obstetrícia disse ainda pensar que Rafael Macedo estaria capacitado para realizar os tais 63 exames de medicina nuclear, durante a comissão de inquérito à unidade de medicina nuclear.

“Fala-se muito num hospital novo, mas as paredes não funcionam sozinhas”, Pedro Costa Neves

O médico refere que o Hospital Doutor Nélio Mendonça tem “problemas de perda de valências e de falta de referências” e que esta é a causa para uma “degradação dos cuidados que presta”.

Madeira vai reabilitar 27 habitações degradadas ao abrigo do programa PRID

O PRID visa conceder apoio a famílias que não têm acesso a crédito bancário de modo a procederem a obras na habitação.
Comentários