Bolsa de Lisboa abre em alta em linha com Europa na véspera de reunião da Fed

O PSI 20 iniciou a sessão desta segunda-feiram 17 de junho, a somar 0,15%, para 5.137,96 pontos.

O principal índice bolsista português (PSI 20) iniciou a sessão desta segunda-feiram 17 de junho, a somar 0,15%, para 5.137,96 pontos, em linha com as principais congéneres europeias, quando os investidores aguardam com expectativa a reunião da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) que começa na terça-feira e culmina com a conferência de imprensa do presidente Jerome Powell na quarta-feira.

À postura expectante dos investidores, soma-se o rescaldo do alegado ataque a dois petroleiros no Golfo de Omã, perto do critico estreito de Ormuz. O episódio ocorrido no dia 13 de junho fez os mercados petrolíferos dispararem. Contudo, hoje, a tendência é negativa: o Brent, que é referência para Portugal e é negociado em Londres, perde 0,02%, para 62 dólares, enquanto o WTI, em Nova Iorque, desacelera 0,15%, para 52,69 dólares.

O aproximar da reunião do G20 em Osaka, no Japão também poderão levar os investidores a mostrarem, esta segunda-feira, alguma reserva face à possibilidade de o presidente dos EUA, Donald Trump, vir a encontrar-se à margem do evento com o homólogo chinês, Xi Jinping, para colocar um ponto final na Guerra Comercial entre as duas maiores economias do mundo. Numa recente entrevista à “Fox News”, Trump mostrou-se “indiferente” a um possível encontro com o presidente chinês.

Em Lisboa, a tendência de abertura é positiva graças às valorizações dos títulos da Mota-Engil (1,83%), da Sonae Capital (3,45%), da Pharol (1,42%) e do BCP (0,90%).

Em contraciclo, o destaque é o tombo da Corticeira Amorim (-1,79%).

[Dados do início da sessão bolsista, pelas 8h00]

Ler mais
Recomendadas

Portugal emite 1,5 mil milhões de euros em dívida a curto prazo com taxas mais negativas

Portugal tem renovado mínimos nos custos de financiamento e a tendência voltou a verificar-se no leilão de dívida a seis e 12 meses desta quarta-feira.

PSI 20 acompanha queda das congéneres europeias depois de Trump admitir mais tarifas à China

O principal índice bolsista português perde 0,16%, para 5.255,12 pontos.

“O Conselho de Governadores é um Conselho e não um ‘one-woman show'”, diz economista-chefe da Allianz GI

Stefan Hofrichter diz ao Jornal Económico que o atual rumo da política monetária “limita” as opções em caso de recessão e destaca que as decisão do Banco Central Europeu dependem dos vários membros do Conselho de Governadores e não apenas do seu presidente.
Comentários