Detenção da CFO da Huawei e queda do preço do petróleo levam Wall Street a fechar mista

Detenção no Canadá da CFO da Huawei, Meng Wanzhou, fragilizou as tréguas comerciais entre os EUA e a China, podendo colapsar. OPEP adiou a decisão sobre corte de produção do petróleo, levando o preço do “ouro negro” a cair.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque encerrou mista. Entre os três principais índices, apenas o tecnológico Nasdaq fechou a negociar em terrenos positivos, com uma valorização de 0,64% para 6.838,85 pontos. O industrial Dow Jones cedeu 0,32% para 24.947,67 pontos e o S&P 500 perdeu 0,17% para  2.695,50 pontos.

A contribuir para a desvalorização do Dow Jones, estiveras as ações das energéticas que se ressentiram da queda do preço do petróleo devido ao adiamento da decisão do cartel formado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em cortar a produção do crude, que iria equilibrar o mercado, ajustando a oferta à procura.

Durante a sessão desta quinta-feira, as ações da Exxon Mobil caíram 3%, enquanto os títulos da Chesapeake Energy e da Marathon Oil desvalorizaram 8,43% e 6%, respectivamente.

Os principais preços de referência do “ouro-negro” perderam mais de 2%. O Brent, preço de referência mundial e para o mercado europeu, caiu 2,16% para 60,23 dólares enquanto o West Texas Intermediate, referência para os Estados Unidos, perdeu 2,27% para 51,59 dólares.

As tréguas comerciais entre os EUA e a China, anunciadas na final da cimeira do G20, no passado fim-de-semana, tornaram-se esta quinta-feira mais frágeis e poderão até colapsar, depois da detenção no Canadá da CFO da Huawei, empresa que fabrica smartphones, Meng Wanzhou, filha do fundador da empresa.

O setor bancário viu-se pressionado com a queda das taxas de juro das obrigações do Tesouro norte-americano e ficou em estado de alerta depois de o Citigroup ter dado sinais, na quarta-feira de um profit warning, isto é, uma comunicação ao mercado que os lucros serão abaixo das expectativas. Os títulos deste banco caíram mais de 5%, noticiou a Agência Reuters.

No setor tecnológico, as ações da Apple fragilizaram-se depois de mais um fornecedor da criadora dos iPhones ter revisto em baixo as receitas. A Largan, que fornece lentes para as câmaras dos iPhones anunciou um corte de 29% das receitas face ao projetado há um ano atrás por causa da baixa procura pelos produtos flagship da empresa liderada por Tim Cook.

 

Ler mais
Relacionadas

Estados Unidos ordenam prisão da diretora financeira da Huawei

Wanzhou Meng, que é também filha do fundador da empresa, estava no Canadá quando foi detida, por suspeita de ter violado sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irão.

OPEP aponta para menos produção de petróleo. Irão e Estados Unidos estão contra

Face a uma queda dos preços do petróleo, superior a 30% nos dois últimos meses, os ministros que já estão na capital austríaca, na véspera de uma reunião da OPEP, afirmaram que querem chegar a um acordo de redução da produção.

Falta madeira, metal, cimento e gás natural. Crise da Venezuela atingiu a indústria funerária

Famílias obrigadas a esperar 10 dias para cremação de entes queridos. Inflação nos preços do gás natural acelerou: “O custo da cremação aumentou em 108% em apenas uma semana”.

Trump apela à OPEP: “o mundo não precisa de preços de petróleo mais altos”

“Se tudo correr bem, a OPEP continuará a produzir petróleo como o está a fazer, sem restrições. O mundo não quer ver, não precisa, de preços de petróleo mais altos”, escreveu hoje Donald Trump, na rede social Twitter.
Recomendadas

Centeno: “Portugal tem almofada financeira que cobre 44% das necessidades para os próximos 12 meses”

Em conferência de imprensa, após anunciar que Portugal já pagou a totalidade do empréstimo concedido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no resgate, Centeno confirmou que o rácio da dívida pública face ao PIB deverá ser de 121,2% no final do mês, ou seja, 3,5 pontos percentuais abaixo do valor registado no final do ano passado.

Centeno confirma que Portugal já pagou a totalidade do empréstimo ao FMI

A medida tinha sido anunciada por António Costa, a 29 de novembro, como “um virar de página”. Em conferência de imprensa est segund-feira, Centeno explicou que a poupança obtida através do pagamento antecipado foi de 100 milhões de euros.

Adiamento da votação do Brexit arrasta bolsas europeias

Na bolsa portuguesa o PSI 20 caiu 1% para 4.788,3 pontos, arrastado sobretudo pelas quedas das papeleiras e da Mota-Engil.
Comentários