Dois jogadores da seleção sub-20 de Cabo Verde desaparecidos depois de jogo em Portugal

A Federação Cabo-verdiana de Futebol já comunicou às autoridades que os futebolistas Clé, da Boavista, e Júnior, do Desportivo da Praia, não regressaram ao país.

Os jogadores de futebol Clé, da Boavista, e Júnior, do Desportivo da Praia, não regressaram a Cabo Verde após participarem num jogo em Portugal. A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCB) já comunicou às autoridades que os futebolistas não voltaram a este país africano.

“A FCF já informou as autoridades competentes, em Cabo Verde e Portugal, do ocorrido e está, neste momento, a fazer os possíveis para que os dois atletas regressem ainda nesta semana, para que tal atitude não prejudique futuros convocados residentes, com problemas de obtenção de vistos”, lê-se no comunicado de imprensa.

A FCF explicou, na nota enviada às redações, que os dois atletas estiveram no aeroporto de Lisboa, no dia de regresso, 31 de janeiro, tendo feito o “check-in” e que, posteriormente, “desviaram o caminho e não chegaram a entrar no avião que tinha como destino a cidade da Praia”.

Os futebolistas Euclides Andrade (“Clé”) e Luís Fernandes (“Júnior”), da seleção sub-20, não regressaram a Cabo Verde, depois do jogo da categoria com a congénere de Portugal, realizado na semana passada.

Segundo a agência noticiosa cabo-verdiana Inforpress, a ausência de Clé no ataque do Boavista foi notada este sábado, no jogo contra o Relâmpago, bem como a de Júnior, no meio campo do Desportivo, na partida de sexta-feira, em jogos a contar para décima quarta jornada do campeonato. Clé lidera a lista dos marcadores do campeonato regional de Santiago Sul, com 11 golos e Júnior tem sido um dos destaques do desportivo da Praia.

Recomendadas

Acordo sobre mobilidade na CPLP será aprovado em julho em Cabo Verde

A data foi definida na V reunião dos ministros do Interior e da Administração Interna da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que terminou na cidade da Praia, capital de Cabo Verde, país que atualmente assume a presidência rotativa da instituição.

Cabo Verde Airlines e TAAG assinam acordo para voos Luanda-Sal

A parceria prevê que uma das companhias transporte passageiros da outra. Ou seja, se comprar um bilhete para um voo da Cabo Verde Airlines entre Luanda e Sal irá viajar num avião da transportadora aérea angolana.

CIN promete transformar Cabo Verde num país plataforma no Atlântico

Na tomada de posse dp gabinete de operacionalização deste Centro Internacional de Negócios, vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano, Olavo Correia, que considerou ser “obrigação” do governo criar novas oportunidades para os jovens.
Comentários