Saiba o que deve fazer se lhe roubarem os cheques

Os cheques são uma forma de pagamento em desuso, mas há ainda muitos portugueses utilizá-la. Tendo em conta que são frequentes as situações de furto, roubo ou extravio de cheques já preenchidos, deve ter em mente algumas recomendações de forma a evitar situações de apropriação ilegítima do cheque.

Os cheques são uma forma de movimentar dinheiro que tenha à disposição em contas de depósito em instituições de crédito. Este é um mecanismo ainda utilizado por vários clientes, apesar de os cheques terem caído em desuso e estejam, pouco a pouco, a ser substituídos por instrumentos de pagamento mais eficientes e seguros, como cartões, transferências bancárias e débitos diretos.

Uma vez que são frequentes as situações de furto, roubo ou extravio de cheques já preenchidos, deve ter em mente algumas recomendações de forma a evitar situações de apropriação ilegítima do cheque.

Uma dessas recomendações é que entregue sempre pessoalmente os cheques ao beneficiário ou, se não conseguir, garanta que os cheques só serão pagos à entidade que constar como beneficiária.

Caso lhe roubem os módulos de cheque, o Banco de Portugal recomenda que se dirija ao seu banco e reporte a situação, pedido para que sejam revogados esses módulos.

Assim, garante que esses cheques não serão considerados pelos seu banco caso alguém se aproprie deles e tente efetuar um pagamento com o seu dinheiro.

Recomendadas

Já abasteceu? Gasóleo volta a subir amanhã

Já o preço da gasolina vai recuar pela primeira vez em 11 semanas, na segunda-feira.

Glintt quer contratar mais 300 colaboradores

A Glintt prevê aumentar a sua equipa, existindo uma variedade de perfis, tanto para os escritórios de Lisboa, como para os do Porto: Senior e Junior Developer, Delivery Manager, Senior e Junior Java Developer, Java Consultant, Automation Tester, Analista Funcional, bem como Gestor de Projeto.

Vão entrar no mercado mais 55 mil habitações

A procura por oportunidades de reabilitação nunca foi tão alta e apesar de estarem prestes a entrar no mercado mais 55 mil habitações, ainda existem 1,5 milhões a necessitarem de intervenção com um valor estimado de 24 mil milhões de euros.
Comentários