Saiba o que deve fazer se lhe roubarem os cheques

Os cheques são uma forma de pagamento em desuso, mas há ainda muitos portugueses utilizá-la. Tendo em conta que são frequentes as situações de furto, roubo ou extravio de cheques já preenchidos, deve ter em mente algumas recomendações de forma a evitar situações de apropriação ilegítima do cheque.

Os cheques são uma forma de movimentar dinheiro que tenha à disposição em contas de depósito em instituições de crédito. Este é um mecanismo ainda utilizado por vários clientes, apesar de os cheques terem caído em desuso e estejam, pouco a pouco, a ser substituídos por instrumentos de pagamento mais eficientes e seguros, como cartões, transferências bancárias e débitos diretos.

Uma vez que são frequentes as situações de furto, roubo ou extravio de cheques já preenchidos, deve ter em mente algumas recomendações de forma a evitar situações de apropriação ilegítima do cheque.

Uma dessas recomendações é que entregue sempre pessoalmente os cheques ao beneficiário ou, se não conseguir, garanta que os cheques só serão pagos à entidade que constar como beneficiária.

Caso lhe roubem os módulos de cheque, o Banco de Portugal recomenda que se dirija ao seu banco e reporte a situação, pedido para que sejam revogados esses módulos.

Assim, garante que esses cheques não serão considerados pelos seu banco caso alguém se aproprie deles e tente efetuar um pagamento com o seu dinheiro.

Recomendadas

Respostas Rápidas: É cliente da Caixa Geral de Depósitos? Saiba o que muda a partir de maio de 2019

Em 2019, os clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão sentir alterações nas comissões. A partir do dia 1 de maio, o banco público vai alterar as comissões em quatro produtos ou serviços que disponibiliza aos seus clientes.

BdP: Portugueses contraíram 58 mil créditos ao consumo em dezembro

Só o número de contratos de crédito concedido por via de cartões de crédito e descoberto diminuiu, segundo os dados do Banco de Portugal.

GNR encontrou mais de 400 condutores em excesso de velocidade só na quarta-feira

A Guarda Nacional Republicana adianta que fiscalizou anteontem diversos peões e 3.487 condutores, tendo detetado, em 24 horas, 1.200 infrações em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades de todo o país.
Comentários