Fundação apoia cerca de 110 mil estudantes em Cabo Verde

O presidente da Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (Ficase) disse esta sexta-feira que a instituição vai apoiar no ano lectivo 2018/2019 cerca de 110 mil alunos a nível nacional.

A Ficase disponibiliza alimentação escolar a 100 mil estudantes, entrega 20 mil kits escolares, disponibiliza transportes escolares a 15 mil alunos, faz pagamento de propinas a dois mil alunos e paga formação a seis mil.

O presidente da Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (Ficase) disse esta sexta-feira que a instituição vai apoiar no ano lectivo 2018/2019 cerca de 110 mil alunos a nível nacional.

Em declarações à Inforpress, Albertino Fernandes, que se fez acompanhar pela directora Nacional de Educação na conferência de imprensa para falar do ano lectivo 2018/2019, disse que o apoio da instituição passa por várias vertentes a nível do sector.

Neste âmbito, informou que a Ficase disponibiliza alimentação escolar a 100 mil estudantes, a nível do EBI, entrega 20 mil kits escolares, disponibiliza transportes escolares a 15 mil alunos, faz pagamento de propinas a dois mil alunos e paga formação a seis mil.

A par isso salientou que a instituição contribui, ainda, com a estadia de 300 alunos nas cinco residenciais estudantis existentes no país.

“A Ficase alimenta cerca de 20 por cento da população juvenil do país”, concretizou.

Informou ainda, à Inforpress, que as cozinheiras das escolas do EBI, que em 2017 usufruíram do salário mínimo e que em 2019 vão receber 13 mil escudos, terão, em 2020, um salário à volta dos 15 mil escudos.

A Ficase é uma instituição do Estado que tem por missão promover a igualdade de oportunidades à comunidade educativa, desenvolvendo um conjunto de acções que garantam o sucesso e a qualidade do ensino/aprendizagem.

Ler mais
Recomendadas

Plano energético de Cabo Verde prevê penetração de renováveis de 50% até 2030

Nesta aposta em energias renováveis a baixo custo, o governo tem previsto no quadro do Orçamento do Estado para 2019 algumas medidas, uma delas, de acordo com Alexandre Monteiro, é a redução em 50% para as famílias que apostem em painéis solares.

Hotéis em Cabo Verde receberam mais de 170 mil hóspedes no terceiro trimestre

A ilha do Sal teve maior acolhimento, com 51,0% do total das entradas, seguida da ilha do Boa Vista, com 30,6%.

Governo de Cabo Verde afirma que “posição do Doing Business não reflete conjunto de medidas em curso”

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, fez o discurso de abertura da XXII edição da Feira Internacional de Cabo Verde. De entre os participantes, 61% são empresas de direito cabo-verdiano e 37% com capital português, que é “o principal país estrangeiro “presente.
Comentários