Lisboa resiste à queda das principais praças europeias, impulsionada pelos ganhos da Navigator e NOS

PSI 20 resiste à tendência “vermelha” europeia e avança 0,21%, para 5.068,55 pontos,

Benoit Tessier / Reuters

O principal índice bolsista português, PSI 20, resiste à tendência “vermelha” europeia e avança 0,21%, para 5.068,55 pontos, esta quinta-feira.

Em Lisboa, Navigator (1,75%), NOS (1,56%), Corticeira Amorim (1,40%), CTT (0,91%) e Altri (0,68%) dão força ao PSI e lideram os ganhos na primeira metade da sessão.

Os CTT destacam-se na sessão de hoje recolhendo ganhos, numa altura em que foi anunciado que a operadora de correspondência vai investir 40 milhões de euros num plano de optimização da operação postal e logística ao longo dos próximos dois ano. Uma medida que faz parte do plano de reestruturação que a empresa apresentou no final

Os CTT vão investir 40 milhões de euros no plano de optimização da operação postal e logística ao longo dos próximos dois anos.  A medida faz parte do plano de reestruturação que a empresa apresentou no final de 2017.

Também a Galp continua a valorizar, quando o mercado petrolífero está em queda. A petrolífera nacional avança 0,64%, para 15,73 euros. Em Londres, o Brent, referência para Portugal, cai 1,11%, para 79,16 dólares, e o WTI recua 0,99%, para 69,06 dólares.

Entre as principais bolsas europeias, o alemão DAX recua 0,07%, o britânico FTSE 100 cai 0,14%, o holandês AEX desce 0,20%, o espanhol IBEX 35 tomba 0,90% e o italiano FTSE MIB desvaloriza 0,43%. Em contraciclo, o francês CAC 40 ganha 0,27%.

Além de pairar entre os investidores algumas questões sobre o orçamento italiano e o impasse entre Bruxelas e Londres, para definir o Brexit, as quedas da banca espanhola arrastaram o IBEX 35 para perdas.

“Isto porque o Supremo Tribunal espanhol decidiu que os impostos relacionados com o crédito hipotecário terão que ser pagos pelas instituições financeiras”, explica o Mtrader do Millennium BCP Ramiro Loureiro.

O Caixa Bank, Sabadell e Bankia registam “quedas expressivas”.

E, também, o fecho da última sessão de Wall Street, que fechou em baixa após terem sido conhecidas as intenções da Fed – estuda aumentar os juros acima dos 3% – estará a influenciar a Europa.

Entre as divisas, o euro aprecia 0,07%, para 1,15 dólares.

[Dados das 12h56]

Ler mais
Relacionadas

CTT investem 40 milhões de euros para modernizar distribuição do correio

Os CTT explica que o PMI estará em curso nos próximos dois anos e que ”vão reforçar a automatização da separação de correio, melhorar as condições de trabalho, reforçar a qualidade e modernizar a infraestrutura da rede de distribuição”
Recomendadas

Secretário de Estado do Tesouro norte-americano anima Wall Street

Steven Mnuchin está a equacionar abdicar de algumas tarifas às importações chinesas que têm sido um obstáculo ao comércio entre as duas maiores potências económicas mundiais, os EUA e a China.

Dividendos: o rendimento passivo pode fazer a diferença no final do mês

Saiba como gerar rendimentos regulares num lógica de longo prazo também através do investimento em ações.

Mercados da periferia brilham na Europa

Impasse no Brexit, estagnação das expetativas sobre investimentos na China e menor interesse nas moedas virtuais marcam o início do mês.
Comentários