Quer fazer uma visita privada ao Museu do Louvre? Custa 30 mil euros

Visita inclui o acompanhamento de um grupo de historiadores, um espéctaculo de ballet e uma viagem de veleiro.

Cerca de 23 mil pessoas visitam o Louvre todos os dias, entre as nove da manhã e as seis da tarde. E, apesar do esforço da administração do espaço em garantir uma boa experiência aos visitantes, as filas intermináveis, o tempo de espera e a má visibilidade de algumas obras (graças à lotação excessiva do espaço) são algumas das críticas apontadas por quem o visita.

Só no ano passado, o Louvre recebeu 10,2 milhões visitantes, número que lhe garantiu larga vantagem na liderança da lista dos mais visitados do mundo.

Mas sabia que é possível visitá-lo depois do horário de fecho? A agência de viagens de luxo Family Twist organiza uma tour privada, com cerca de 90 minutos, onde o cliente pode contemplar as obras do museu sem interrupções nem barulho de fundo. Mas, para isso, é preciso desembolsar 30 mil euros.

Este passe-exclusivo dá para quatro pessoas e oferece uma verdadeira experiência, segundo partilha a CNN.

Os clientes são levados por um motorista privado até ao museu onde os espera um grupo de historiadores, preparados para os acompanhar e esclarecer todas as suas dúvidas e curiosidades. A meio da visita, são surpreendidos por um espetáculo de ballet privado numa das escadarias do espaço francês.

No final, os anfitriões da visita levam-nos até à Pont des Arts. Lá, os clientes exclusivos embarcam num cruzeiro de uma hora pelo Rio Sena, com champanhe, queijo e caviar e Paris como pano de fundo.

 

Ler mais
Recomendadas

Já conhece os novos emojis? Veja as novidades que vão chegar no outono

“A celebração da diversidade em todas as suas formas é indissociável dos valores da Apple e todas estas novas opções ajudam a preencher uma lacuna gigante no teclado de emojis”, explica a empresa em comunicado.

Dono da Louis Vuitton ultrapassa Bill Gates na lista dos mais ricos do mundo

Esta é a primeira vez, desde que o ranking da Bloomberg foi criado, há sete anos, que Bill Gates não surge nos dois primeiros lugares. Bernard Arnault conta agora com um património na ordem de 108 mil milhões de dólares, enquanto Bill Gates estabilizou em 107 mil milhões de dólares.

Água de icebergs vendida a 80 euros e água com “frequências sonoras de amor” entre as melhores do mundo

Extraídas a 914 metros de profundidade no Havai, de fontes nas ilhas Fiji ou polvilhadas com ouro. São assim algumas das águas engarrafas mais caras do mundo.
Comentários