Seedrs gerou investimentos de 210 milhões de euros em 2018

A plataforma europeia de ‘equity crowdfunding’ bateu recordes no ano passado ao financiar 186 campanhas de 17 segmentos de atividade diferentes.

A plataforma de equity crowdfundind Seedrs pode agradecer a 2018 – e os pequenos negócios que dela beneficiaram também. A empresa britânica terminou o ano com um recorde de financiamentos, na ordem dos 210 milhões de euros, o que representa um aumento de quase 60% em termos homólogos.

No ano passado contabilizaram-se 186 campanhas na Seedrs– 28 das quais superaram o milhão de euros – de 17 segmentos de atividade distintos, por investidores de 60 nacionalidades.

Como casos de destaque ano transato, a plataforma enumera a britânica Transfergo – que captou 11,3 milhões de euros junto de 1.047 investidores –, a construtora alemã de veículos elétricos Sono Motors – que arrecadou 6,1 milhões de euros – e a aplicação britânica Urban Massage – que conseguiu 3,9 milhões de euros para dar gás ao negócio.

“Os últimos doze meses foram sensacionais para a Seedrs. Assistimos a níveis recorde de investimentos na plataforma, ao mesmo tempo que reforçámos a nossa oferta de produtos e serviços inovadores, como foi o lançamento do AutoInvest, único no mercado que, juntamente com o bem-sucedido mercado secundário, representam dois produtos financeiros novos nesta classe de ativos” afirma o CEO da Seedrs, Jeff Kelisky.

Em entrevista ao Jornal Económico, divulgada em abril, o Chief Technology Officer da Seedrs disse que a plataforma pretendia estar presente na economia portuguesa. Ricardo Brízido referiu ainda que, entre os setores mais representativos, estão ‘Fintech’, ‘Financial’, ‘Property’ e ‘Food and Beverage’.  “Queremos abrir o mercado europeu aos empreendedores portugueses”, disse.

Relacionadas

Seedrs abre mercado secundário a todos os investidores

A maior plataforma europeia de ‘equity crowdfunding’ espera aumentar a liquidez e o volume de negociação com esta medida.

3 Soluções alternativas de financiamento para empresas

Pensa em abrir o seu próprio negócio ou tem uma empresa e precisa de investir? Conheça três opções para impulsionar o seu negócio.
Recomendadas

Portugueses da Indico investem em empresa alemã de trotinetes

O primeiro fundo privado de investimento em capital de risco português investiu 3,25 milhões na TIER, principal empresa europeia de micro mobilidade.

PremiumCimeira de investidores voltou a Lisboa mas startups querem Silicon Valley

Nuno Fonseca, CEO da Sound Particles, criou a empresa em Leiria, mas, neste momento, 60% dos clientes são da Califórnia. O empresário português considera que as startups devem abrir horizontes e olhar para o “mercado global”.

Câmara de Lisboa pede desculpa por ainda não ter revelado contrato com Web Summit

O contrato com a Web Summit só vai ser revelado depois da autarquia e a organizada da conferência chegarem a acordo sobre as cláusulas a serem expurgadas.
Comentários