Deutsche Bank vai aportar capital à banca de investimento

O Chief Executive Christian Sewing disse numa conferência de analistas, citado pela Reuters, que o banco iria reconstruir o seu pipeline em negócios de renda fixa e moedas (FIC). “Temos capital disponível”, disse.

Staff / Reuters

O Deutsche Bank começará a investir mais nas suas operações de banco de investimento (nomeadamente no trading de renda fixa) e espera que o negócio melhore após o desempenho de seus pares no trimestre.

Segundo a Reuters, o banco alemão pode redistribuir recursos, reduzindo numas área para aportar ao negócio principal (de banca de investimento)”, disse o executivo-chefe Christian Sewing, em um analista que discutiu os resultados do segundo trimestre.

O Chief Executive Christian Sewing disse numa conferência de analistas, citado pela Reuters, que o banco iria reconstruir o seu pipeline em negócios de renda fixa e moedas (FIC). “Temos capital disponível”, disse.

O banco está no meio de uma ampla reforma, disse o seu CEO, que os planos para cortar 25% de seu negócio de ações estavam em grande parte já concluídos.

O administrador  financeiro, James von Moltke, acrescentou que o banco espera que a volatilidade do mercado – que normalmente eleva as receitas – aumente em relação ao ano passado, mas que ainda vai continuar baixa.

 

Ler mais
Recomendadas

BCE aprova administradores do Banco Santander Totta

“Com esta decisão, a totalidade dos membros propostos para o Conselho de Administração e a respetiva Comissão Executiva entra de imediato em funções plenas”, diz o banco agora liderado por Pedro Castro e Almeida.

CEO diz que Novo Banco precisará de mais capital público mas não adianta valor

“Estavam previstas as injeções de capital e essas injeções de capital terão lugar, criar uma expectativa errada sobre o tema é um erro, devemos ser claros”, disse António Ramalho aos jornalistas, à margem do Fórum Capitalizar, organizado em Lisboa pelo Jornal Económico e Novo Banco.

Montepio reduz emissão de obrigações subordinadas para 50 milhões e coloca no acionista

Banco Montepio equacionou colocação de 250 milhões de euros em obrigações subordinadas. Mas, condições de mercado desfavoráveis levaram o banco a desistir.
Comentários