‘Initial Coin Offerings’ já moveram 2,25 mil milhões este ano

Em dois meses, o financimento em mercado de criptomoeda atingiu mais de metade do total de 2017. As ICO continuam, no entanto, sem contexto legal.

Bitcoin

Se 2017 foi o ano da bitcoin, 2018 poderá ser o das initial coin offerings (ICO). Apesar de menos mediática que a famosa critpomoeda, esta espécie de initial public offering (IPO) do mundo das cripto está a ganhar terreno enquanto forma de financiamento.

Apenas em janeiro e fevereiro foram lançadas 92 ICO, em que foram angariados 2,8 mil milhões de dólares (cerca de 2,25 mil milhões de euros). O valor pode não parecer muito elevado, no contexto global. No entanto, já representa 57% do total de 5 mil milhões de dólares conseguidos em 343 ICO, no acumulado de todo o ano passado. Desde 2013, já foram movimentados 8,84 mil milhões de dólares, segundo dados da CoinDesk.

Artigo publicado na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Wall Street fecha mista em dia de Farfetch

O Dow Jones fechou em alta em contra-mão com os Nasdaq e S&P. A estreia de bolsa da Farfetch é um dos destaques em Wall Street, tendo a procura levado a uma subida do preço da ação face ao preço da colocação no IPO (oferta pública inicial).

Farfetch vale 7,02 mil milhões de dólares em bolsa

No lançamento do IPO, as ações da empresa valiam 20 dólares (17,03 euros), mas no final da sessão fecharam com uma cotação de 28,5 dólares. Ao fecho da sessão, a Farfetch tinha uma capitalização bolsista de 7,02 mil milhões de dólares (6,13 mil milhões de euros).

Bolsa de Lisboa fecha em terreno negativo em contra-ciclo com a Europa

A família Sonae, a Mota-Engil e a Pharol estragaram a sessão da bolsa lisboeta ao registarem quedas acima de 3%. A maioria das praças europeias encerrou em alta, com os índices ibéricos a registarem performances inferiores aos pares. O Euro Stoxx 50 registou a décima sessão consecutiva de valorização.
Comentários