Lone Star muda CFO do Novo Banco. Mark Bourke substitui Jorge Cardoso

O chief financial officer do ano nomeado pelo Irish Times, vai ser o CFO do Novo Banco em 2019, substituindo Jorge Cardoso que se mantém no ‘board’. Há muito que era intenção da Lone Star nomear um administrador financeiro internacional.

Cristina Bernardo

A notícia chegou pelo jornal irlandês Irish Times, Mark Bourke CFO – administrador financeiro – do Allied Irish Banks (AIB) desde abril de 2014 aceitou o convite do Lone Star para a administração do Novo Banco e deverá iniciar funções em janeiro de 2019.

A notícia foi rapidamente reproduzida pelos jornais portugueses.

O Jornal Económico confirmou que há muito tempo que o maior acionista do banco, a Lone Star, com 75%, quer um chief financial officer estrangeiro e que o nome escolhido para assumir a função atualmente assumida por Jorge Cardoso é Mark Bourke.

O Jornal Económico sabe que Jorge Cardoso mantém-se na administração do banco liderado por António Ramalho, e que não estão previstas saídas do ‘board’.

Mark Bourke recebeu este ano o prémio atribuído pelo jornal irlandês Irish Timed, em Dublin,  de melhor CFO do ano.

Bourke foi um dos principais intervenientes no regresso da AIB aos principais mercados bolsistas de Dublin e Londres, em maio passado, ajudou na primeira venda em bolsa de ações desde 2010.

A oferta pública inicial (IPO) entregou 3,4 mil milhões de euros ao Estado, que reduziu sua participação na AIB para 71%.

Ler mais
Recomendadas

Investidores penalizam banca alemã depois do envolvimento do Deutsche no escândalo do Danske Bank

O Deutsche Bank é suspeito de participar num esquema de branqueamento de capitais ao processar pagamentos para o Danske na Estónia em 2015.

Empresas aumentaram autonomia financeira e diminuíram dívidas em 2017

O capital próprio das empresas em percentagem do ativo subiu para 33,2%, enquanto o peso dos empréstimos no total reduziu-se para 31,3%, revela o Banco de Portugal.

Agricultura volta a merecer a atenção da banca. BPI reforça liderança no financiamento de curto prazo

O BPI é mais um banco a anunciar o reforço no apoio ao setor agrícola. O banco liderado por Pablo Forero “apresenta um conjunto de soluções completas que se adequam às múltiplas necessidades das empresas agrícolas e agroindustriais, nomeadamente para apoio à tesouraria e ao investimento”.
Comentários